Achados histológicos, respostas ao tratamento inicial e sobrevida na fibrose pulmonar idiopática

Mostrar registro simples

dc.contributor.advisor Stávale, João Norberto [UNIFESP]
dc.contributor.author Coletta, Ester Nei Aparecida Martins [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:01:08Z
dc.date.available 2015-12-06T23:01:08Z
dc.date.issued 2000
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 2000. 132 p. ilustabgraf.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16965
dc.description.abstract A fibrose pulmonar idiopatica foi recentemente redefinida como uma pneumonia intersticial usual de etiologia desconhecida. O valor prognostico dos achados histologicos devem ser reavaliados. A proposta deste estudo e correlacionar achados clinicos, funcionais e histologicos em 50 pacientes portadores de fibrose pulmonar idiopatica, com resposta inicial ao tratamento corticoide e sobrevida. Tempo de historia, CVF, idade, sexo e habito de fumar foram documentados. Avaliacao histologica foi realizada em 49 biopsias pulmonares cirurgicas e em um caso de autopsia. Todos os pacientes apresentavam quadro de PRJ na histologia. Grau de fibrose, descamacao, celularidade e tecido de granulacao (focos fibroblasticos) foram graduados por metodo semi - quantitativo (CHERNIACK et al., 1991). A idade media foi de 62 anos, 24 eram do sexo feminino e 26 do sexo masculino. A mediana do tempo de sintomas foi de 7,5 meses e a CVF inicial foi de 74 n 23 por cento. Vinte e oito eram fumantes ou ex fumantes. Resposta ao tratamento foi avaliada por mudanca de O,2 litros e IO por cento na CVF apos 6 a 12 meses em relacao a CVF inicial. A sobrevida foi avaliada pelo metodo de Kaplan - Meyer. Quarenta e sete pacientes foram tratados e 23 permaneceram estaveis ou melhoraram e 24 pioraram. A resposta ao tratamento correlacionou-se inversamente com o grau de fibrose (p = O,02) e diretamente com a O,07). O tempo de sobrevida se relacionou com resposta ao O,04) e com o grau de fibrose (p = O,004) mas nao com a O,36), descamacao (p = O,64) e tecido de granulacao (p = O,48). Maior grau de fibrose se relacionou com ausencia de resposta ao tratamento e menor sobrevida pt
dc.format.extent 132 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Fibrose Pulmonar pt
dc.subject Doenças Pulmonares Intersticiais pt
dc.title Achados histológicos, respostas ao tratamento inicial e sobrevida na fibrose pulmonar idiopática pt
dc.title.alternative Findings histological, initeal response to treatment and survival in idiopathic pulmonary fibrosis en
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-016742.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt



Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples