Indocianina verde como agente potencializador do laser de diodo no tratamento contra melanoma de coroide em coelhos

Indocianina verde como agente potencializador do laser de diodo no tratamento contra melanoma de coroide em coelhos

Título alternativo Indocyanine green-enhanced diofr laser for the treatment of choroidal melanoma in rabbits
Autor Ramos, Ayrton Roberto Branco Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: Os metodos terapeuticas para o tratamento dos melanomas de coroide incluem a observacao, a radioterapia, a cirurgia e a laserterapia. A fotocoagulacao com laser tem limitacoes principalmente com relacao a pouca penetracao em tecidos solidos, nao sendo entao efetiva para o tratamento de tumores medios e grandes. Materiais e Metodos: Este estudo experimental objetiva verificar, de modo longitudinal, controlado, randomizado e duplo cego, a potencializacao do laser de diodo (810nm) pela indocianina verde, para o tratamento de melanomas amelanoticos de hamster do tipo Greene implantados no espaco supra-coroideo de coelhos pigmentados. Utilizaram-se 25 olhos divididos em 3 grupos. Os 5 olhos do grupo controle (Grupo C) foram submetidos a observacao, os 8 olhos do grupo laser (Grupo L) foram submetidos somente a fotocoagulacao com laser de diodo e os 12 olhos do grupo laser e indocianina verde (Grupo LICG) foram submetidos a fotocoagulacao com laser de diodo apos injecao intravenosa em bolus de 25mg de indocianina verde. Utilizou-se o laser de diodo (8lOnm), conectado a uma lampada de fenda, com diametro do feixe de 2OOum e potencia de 2W, para a fotocoagulacao de toda a superficie dos tumores dos grupos L e LICG. A fotocoagulacao foi iniciada 5 segundos apos a injecao do contraste e durou em media 60 segundos em cada animal. Os animais dos 3 grupos foram subdivididos em 3 subgrupos de acordo com o periodo de seguimento. Os achados clinicos foram registrados e apos o sacrificio dos animais aos 3§, 7§ e 14§ dias de seguimento, estudaram-se os achados histologicos. Resultados: Nao se verificaram alteracoes na conjuntiva, cornea, camara anterior, cristalino e vitreo nos grupos C, L e LICG. A angiografia fluoresceinica mostrou hiperfluorescencia dos tumores do grupo L em todos os periodos de seguimento diferente dos tumores do grupo LICG onde houve hipofluorescencia aos 3§ e 7§ dias de seguimento. Os tumores do grupo controle continuaram crescendo pois nao foram submetidos a fotocoagulacao. Nos tumores tratados somente com laser de diodo (Grupo L), verificou-se que a fotocoagulacao foi apenas superficial e que estes continuaram crescendo a despeito do tratamento. Os tumores tratados com laser e indocianina verde (Grupo LICG) nao cresceram apos a aplicacao do laser, e em 4 dos 12 tumores deste grupo, verificou-se fotocoagulacao de toda a espessura tumoral. Nos outros 8 tumores verificou-se ilhas de celulas aparentemente viaveis...(au)
Palavra-chave Verde de Indocianina
Lasers
Melanoma
Corioide
Idioma Português
Data de publicação 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 124 p. ilustabgraf.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 124 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16940

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta