Caracterizacao do elemento responsivo ao Shear Stress no promotor da enzima conversora de angiotensina I de rato

Caracterizacao do elemento responsivo ao Shear Stress no promotor da enzima conversora de angiotensina I de rato

Título alternativo Caracterization of shear stress responsive element in the rat angiotensin I converting enzyme promoter
Autor Miyakawa, Ayumi Aurea Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Evidencias recentes mostram que forcas fisicas como o shear stress tem participacao importante na expressao de genes que participam do controle da homeostasia do sistema cardiovascular. Alem disto, observa-se que o aparecimento de disfuncoes cardiovasculares, como a aterosclerose, e mais frequente em regioes de bifurcacoes vasculares, onde ha diminuicao do shear stress associada a transicao de regime de fluxo laminar para turbulento. A enzima conversara de angiotensina I (ECA) e uma ectoproteina ancorada a membrana da celula endotelial, e por esta razao e um alvo natural para sofrer influencia do shear stress. Em concordancia com esta ideia, recentemente em nosso laboratorio foi demonstrado que o shear stress diminui a atividade e a expressao da ECA in vitro e in vivo. Esta resposta e acompanhada pela reducao da atividade da funcao do fragmento de 1274 pb do promotor da ECA de rato, que contem sequencia identica ao elemento responsivo ao shear stress (SSRE) descrito inicialmente no gene do PDGF. No presente estudo apresentamos evidencias direta de que o SSRE classico presente no promotor da ECA de rato nao e funcional, pois uma mutacao nesta sequencia nao modificou a resposta apresentada pelo promotor selvagem quando submetido ao shear stress. Analise funcional de construcoes contendo delecoes progressivas do promotor mostraram que a sequencia regulatoria responsiva ao shear stress no promotor da ECA encontra-se em um fragmento de 57pb, entre as posicoes -251 e -l94 do sitio de inicio da transcricao. O fragmento de 57pb do promotor da ECA apresenta varias sequencias consensos candidatas, que podem estar interagindo com fatores de transcricao para desempenhar a resposta desencadeada pelo shear stress. A participacao da proteina AP-2, candidata natural, foi excluida, uma vez que o promotor contendo mutacao no sitio putativo de lnteracao para AP-2 continuou respondendo as alteracoes de shear stress. Em conjunto nossos resultados mostram que o SSRE classico, GAGACC, nao e funcional no promotor da ECA de rato. Alem disto, foi identificado uma regiao de 57pb, localizada no intervalo -251 a -l94 pb do sitio de inicio da transcricao, que contem pelo menos um SSRE do gene da ECA
Palavra-chave Estresse Fisiológico
Peptidil Dipeptidase A
Endotélio Vascular
Idioma Português
Data de publicação 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 106 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 106 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16932

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta