Polimorfismos cromossômicos do Paracoccidioides brasiliensis e mapeamento de genes com sondas homológas

Polimorfismos cromossômicos do Paracoccidioides brasiliensis e mapeamento de genes com sondas homológas

Título alternativo Chromosomal polymorsphism of Paracoccidioides brasiliensis and gene mapping with homologous probes
Autor Feitosa, Luciano dos Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Camargo, Zoilo Pires de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Varias dificuldades nos estudos geneticos de Paracoccidioides brasiliensis tem ocorrido devido algumas caracteristicas do fungo, tais como o desconhecimento de estagio sexual, alta taxa de reversao fenotipica, tanto na fase micelial quanto na fase leveduriforme e refracao as analises citogeneticas. Trabalhos anteriores utilizaram com exito tecnicas de biologia molecular em outros fungos, refratarios as analises citogeneticas, possibilitando a caracterizacao cromossomica, mapeamento cromossomico de genes e biotipagem epidemiologica. Similarmente, a tecnica de eletroforese de pulso alternado (PFGE) tem sido utilizada no estudo de P. brasiliensis, gerando bandas cromossomais, visualizadas em geis de agarose, demonstrando variacao polimorfica entre elas. Analises de microfluorometria por microscopia confocal determinam a medida da amplitude de fluorescencia de nucleos individuais de celulas leveduriformes, corados por DAPI (4',6-diamidino-2-feniiindol). Alem disso, atraves da hibridacao com sondas homologas especificas, observou-se a distribuicao destes genes nas bandas cromossomicas. Neste estudo foram utilizados 12 isolados de P. brasiliensis (2 de pacientes de formas agudas e 8 de formas cronicas de PCM, l de solo e l de orgaos de tatu), que tambem diferiam quanto a origem geografica (6 do Brasil, 2 da Argentina, l do Peru e l da Colombia). Os resultados das analises dos geis de PFGE sao consistentes com a possibilidade de P. brasiliensis ter um numero haploide de 4 ou 5 cromossomos, se cada banda representar um cromossomo. O tamanho das bandas cromossomicas variou de 10,0 Mb a 2,5 Mb, e observamos 6 padroes distintos de bandeamento, evidenciando a existencia de polimorfismos de tamanho e numero de bandas cromossomicas. A partir da somatoria das bandas cromossomicas nos diferentes isolados estimamos o tamanho do genoma haploide que variou entre 23,9 e 30,1 Mb. A intensidade da fluorescencia no brometo de etidio nao foi a mesma para todas as bandas cromossomicas sugerindo a existencia de bandas constituidas por um ou mais cromossomos (monossomicas, dissomicas ou polissomicas), homologos ou heterologos, com o mesmo tamanho (aneuploidia). Os resultados obtidos no presente trabalho corroboram os relatos previos de outros autores que evidenciaram no P. brasiliensis a existencia de polimorfismos de tamanho e numero (4 ou 5) de bandas cromossomicas entre diferentes isolados, estimando-se o tamanho do genoma haploide em torno de 30 Mb. Em nossas ...(au)
Palavra-chave Paracoccidioides
Polimorfismo genético
Genoma fúngico
Mapeamento cromossômico
Idioma Português
Data de publicação 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 101 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 101 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16917

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta