Cinesioterapia do assoalho pélvico em mulheres com incontinência urinária de esforço

Cinesioterapia do assoalho pélvico em mulheres com incontinência urinária de esforço

Título alternativo Pelvic floor exercices in women with urinary stress incontinence
Autor Camargo, Adriana Luciana Moreno Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Girão, Manoel João Batista Castello Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo OBJETIVO: Avaliar os efeitos da cinesioterapia para o assoalho pelvico em mulheres com incontinencia urinaria de esforco, pelos dados clinicos (diario miccional) e urodinamicos. MATERIAL E METODOS: Selecionamos 27 mulheres com incontinencia urinaria de esforco, com pequenas lesoes anatomicas. Avaliamos, por analises clinica e urodinamica, antes e apos o tratamento, os efeitos da cinesioterapia para o assoalho pelvico no tratamento dessa afeccao. As pacientes submeteram-se a duas sessoes semanais, com duracao de 45 minutos cada, durante tres meses consecutivos. Os exercicios para o fortalecimento do assoalho pelvico foram realizados nas posturas ortostatica, sentada e supina. Uma bola entre os joelhos foi utilizada para isolar qualquer tentativa de contracao dos musculos adutores e gluteos, mantidos em tensao constante. RESULTADOS-. Observamos, que, apos a cinesioterapia para o assoalho pelvico 66,7 por cento das pacientes consideraram-se curadas; 14,8 por cento melhoradas e 18,5 por cento referiram o mesmo quadro clinico do inicio do tratamento. Pelo estudo urodinamico, observou-se que em 49 por cento das pacientes nao houve perda de urina apos o tratamento, em 29 por cento dos casos a perda ocorreu porem COM volume vesical maior que o do primeiro exame, em 22 por cento o exame permaneceu inalterado. Houve diminuicao significativa do numero de perdas e de miccoes e aumento do fluxo medio urinado apos o tratamento. Houve aumento da capacidade cistometrica maxima, do primeiro desejo e do volume de perda apos a cinesioterapia para o assoalho pelvico
Palavra-chave Diafragma da pelve
Exercício
Incontinência urinária por estresse
Fisioterapia
Idioma Português
Data de publicação 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 78 p. tabgraf.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 78 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16910

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta