Pesquisa Operacional em Saúde Ocular em Regiao de Alto Analfabetismo da Amazonia: Deteccao dos Agravos e Intervencao nas Ametropias

Pesquisa Operacional em Saúde Ocular em Regiao de Alto Analfabetismo da Amazonia: Deteccao dos Agravos e Intervencao nas Ametropias

Título alternativo Ocular Health Operational Research in a High Illiteracy Region in Amazon: Problem Detection and Intervention on Ametropia
Autor Branco, Bruno Castelo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O presente trabalho e resultado de tres visitas, realizadas entre 1997 e 1999 para o municipio de Pauini, que esta localizado no Sudoeste do estado do Amazonas. Como um estudo de pesquisa operacional, tres fases foram planejadas: (a) deteccao das alteracoes oculares da populacao, (b) planejamento e intervencao na Saúde ocular e (c) avaliacao dos resultados obtidos com as intervencoes realizadas. Na deteccao das alteracoes oculares foram avaliados 524 moradores do municipio que tem uma populacao de aproximadamente 17.000 habitantes. O erro refrativo foi a alteracao mais prevalente, e principal responsavel pelos casos de visao baixa (42,1 por cento), estando a hipermetropia e a miopia presentes em 30,3 por cento e 16,6 por cento da populacao. Quarenta e nove pacientes (9,3 por cento) apresentavam pterigio e 36 (6,9 por cento) apresentavam catarata. A catarata foi a causa mais frequente de cegueira e a principal causa de visao baixa, sendo responsavel por 73,3 por cento e 29 por cento dos casos, respectivamente. Os autores selecionaram 49 pacientes para um total de 60 cirurgias, do quais, 44 olhos, que, posteriormente, foram submetidos a cirurgia de catarata. Baseado na refracao automatica, foram prescritos, e doados 230 pares de oculos para 175 pacientes (33,14 por cento). A intervencao pela prescricao dos oculos para perto foi efetiva na melhora da acuidade visual (p<0,00l). Na avaliacao subjetiva dos oculos para perto 93,9 por cento apresentavam satisfacao entre boa e regular. Com correcao para longe 32 (74,4 por cento) apresentaram acuidade visual igual ou melhor que O,8, menor, entretanto, que a acuidade visual com correcao acrescida do buraco estenopeico, onde 38 (88,4 por cento) apresentaram acuidade visual de O,8 ou melhor. O aumento da acuidade visual com o buraco estenopeico foi significante (p< O,001). Na avaliacao subjetiva dos pacientes que receberam oculos para longe, 78,3 por cento apresentavam satisfacao entre boa e regular
Palavra-chave Prevalência
Erros de Refração
Estrabismo
Astigmatismo
Miopia
Idioma Português
Data de publicação 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 111 p. tabgraf.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 111 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16890

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta