Tratamento das metástases ósseas do tumor de mama

Tratamento das metástases ósseas do tumor de mama

Título alternativo Treatment of the bone metastasis of the breast cancer
Autor Korukian, Marcos Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Garcia Filho, Reynaldo Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo o autor analisou 145 pacientes portadores de neoplasia de mama que evoluiram com metastases no esqueleto. No total esses pacientes apresentavam 437 lesoes nos diferentes segmentos dos ossos do esqueleto. Para melhor analise as lesoes foram divididas por segmentos: membro superior com 33 (7,55 por cento) lesoes, membro inferior com 149 (34,10 por cento) e esqueleto axial com 255 (58,35 por cento). Oitenta e seis (59,3 por cento) pacientes foram encaminhados para o Departamento de Ortopedia devido a queixa de dor ou fratura e 59 (40,69 por cento) devido a suspeita de lesao no estadiamento ou no seguimento dos pacientes. Todos os pacientes receberam tratamento adjuvante com quimio, hormonio ou radioterapia. Nos membros superiores as lesoes osseas foram tratadas de maneira nao cirurgica em 26 (78,79 por cento) pacientes e por cirurgia ortopedica em 7 (21,21 por cento). No membro inferior, 112 (75,16 por cento) lesoes foram tratadas conservadoramente e 37 (24,84 por cento) atraves de cirurgia. No esqueleto axial, 228 (97,02 por cento) lesoes foram tratados sem e 7 (2,98 por cento) com cirurgia. Entre os pacientes com lesoes no membro superior, 10 (30,30 por cento) pacientes desenvolveram fraturas e 23 (69,70 por cento) evoluiram sem fraturas. No membro inferior 106 (71,14 por cento) lesoes evoluiram sem e 43 (28,86 por cento) com fraturas. No esqueleto axial, 189 (74,12 por cento) lesoes evoluiram sem e 66 (25,88 por cento) com fraturas. O autor analisou a resposta ao tratamento local e a funcao apos o tratamento. No membro superior, 31 (93,93 por cento) lesoes evoluiram com controle local da lesao e funcao satisfatoria. No membro inferior, 144 (96,64 por cento) lesoes evoluiram com controle local da lesao neoplasica e funcao satisfatoria do membro. No esqueleto axial, 186 (96,8 por cento) lesoes apresentaram controle local e funcao satisfatoria. No que se refere ao dano neurologico, os pacientes foram analisados de acordo com o segmento da coluna acometida. Na coluna cervical, 19 (95 por cento), pacientes evoluiram sem deficit sensitivo motor e l (5 por cento) paciente com deficit sensitivo motor. Na coluna dorsal, 84 (96,55 por cento) pacientes evoluiram sem deficit sensitivo motor e 3 (3,45 por cento) com deficit sensitivo motor. Na coluna lombar, 82 (96,47 por cento) pacientes evoluiram sem deficit sensitivo motor e 3 (3,53 por cento) pacientes com deficit sensitivo motor. O autor conclui que o tratamento instituido, que se...(au)
Palavra-chave Neoplasias ósseas/terapia
Neoplasias da mama/terapia
Metástase neoplásica/terapia
Idioma Português
Data de publicação 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 126 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 126 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16807

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta