Estudo comparativo entre os marcadores tumorais séricos CA 242 e CEA pré-operatórios no adenocarcinoma colorretal, no seu estadiamento e no prognóstico de doentes submetidos ao tratamento cirúrgico

Estudo comparativo entre os marcadores tumorais séricos CA 242 e CEA pré-operatórios no adenocarcinoma colorretal, no seu estadiamento e no prognóstico de doentes submetidos ao tratamento cirúrgico

Título alternativo Comparative study between preoperative serum tumor markers CA242 and CEA in colorectal adenocarcinoma, in its staging and in the prognosis of the patients submitted to surgical treatment
Autor Kim, Su Bong Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Matos, Delcio Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: Embora o CEA seja o marcador tumoral mais utilizado, nao pode ainda ser considerado o ideal. O CA 242 parece ter um papel promissor no prognostico do doente, principalmente na sua associacao com o CEA. Por outro lado tem sido observado que o CEA no soro mesenterico, proximo ao tumor, pode estar relacionado ao prognostico. Objetivo: Comparar a eficacia dos mercadores tumorais CA 242 e CEA pre-operatorios, na presenca do adenocarcinoma colorretal, no seu estadiamento e no prognostico de doentes submetidos ao tratamento cirurgico. Como objetivo secundario, a relacao entre os valores nos soros periferico e mesenterico, destes mercadores, foi tambem avaliada. Metodo: Em 134 doentes portadores de adenocarcinoma colorretal, 90 foram submetidos a cirurgia radical e 34 a cirurgia paliativa. O grupo controle foi composto por 22 doadores de orgaos. Realizaram-se as dosagens do CEA e do CA 242 nos soros periferico e mesenterico, considerando-se como valores normais ate 5 ng/ml e ate 2OU/ml, respectivamente. No seguimento foram avaliados a recidiva, o intervalo livre da doenca e a mortalidade. Os dados foram submetidos a analise estatistica, utilizando-se teste diagnostico, teste do quiquadrado, teste de Wilcoxon, analise de sobrevivencia (curva de Kaplan-Meier) e curva ROC, adotando-se como nivel de significancia p < O,05. Resultados: Na presenca da doenca, a sensibilidade do CEA foi 44,8 por cento; do CA 242 31,3 por cento; quando associados, 54,1 por cento. No estadiamento, a sensibilidade do CEA para Dukes A, B, C e D foi 27,8 por cento, 32,4 por cento, 32,l por cento e 66,7 por cento, respectivamente. Para o CA 242, a sensibilidade foi 11,1 por cento, 16,2 por cento, 30,8 por cento e 50 por cento. Quando associados,) a sensibilidade foi 33,3 por cento, 48,6 por cento, 40,7 por cento , 72,5 por cento. No que diz respeito a recidiva, o valor preditivo positivo do CEA foi 26,7 por cento, do CA 242 30 por cento associacao 54,5 por cento. Na recidiva, o valor da associacao dos mercadores foi e para a intervalo livre da doenca para o CEA estatisticamente significante. A media do foi 51,10 meses, para o CA 242 43,18 meses e para a associacao 34,76 meses. Nos doentes submetidos a cirurgia radical, a media de sobrevida foi 60,47 meses, 52,22 meses e 44,80 meses para o CEA, CA 242 e a associacao de ambos, respectivamente. A diferenca dos valores obtidos em relacao ao intervalo livre da, doenca e a sobrevida, quando o CA 242...(au)
Palavra-chave Neoplasias colorretais
Antígenos glicosídicos associados a tumores
Estadiamento de neoplasias
Prognóstico
Idioma Português
Data de publicação 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 94 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 94 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16806

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta