Estratégias utiizadas por animais com lesões seletivas da formação hipocampal no desempenho de uma tarefa de discriminação

Estratégias utiizadas por animais com lesões seletivas da formação hipocampal no desempenho de uma tarefa de discriminação

Título alternativo Stratagies used by animals with selerive lesion of hippocampal formation in a discriminative task
Autor Pereira, Heloisa Aparecida Alves Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Oliveira, Maria Gabriela Menezes de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Lesao de formacao hipocampal provoca prejuizo em algumas tarefas, enquanto outras sao preservadas. Essa seletividade e observada tanto em estudos clinicos quando em experimentais em que se lesa a estrutura como um todo, ou seja, quando se interrompe o fluxo de informacao que vai do cortex entorrinal para o giro denteado e dai para CA3 e CA l - o circuito trissinaptico. O objetivo do presente trabalho foi verificar a estrategia utilizada por animais com lesao no giro denteado e CA3 no desempenho de uma tarefa de discriminacao esquerda/direita no labirinto em T. Ratos Wistar foram lesados com colchicina (7 mg/ml) e acido cainico (O,25 mg/ml) nas sub-areas giro denteado e CA3, respectivamente. Apos o periodo de recuperacao, de cerca de 10 dias, foram submetidos ao treino de discriminacao entre dois bracos no labirinto em T. Nesse treino, duas estrategias podem levar a recompensa: estrategia espacial ou estrategia egocentrica. Os animais foram submetidos a quatro sessoes de treino de seis corridas consecutivas por dia, reforcadas sempre no mesmo local em relacao a sala de experimentos. Apos essas sessoes, outras quatro sessoes de seis corridas cada foram realizadas, nas quais a posicao do labirinto foi invertida em 180 graus. Para essa segunda fase de sessoes, o retreino, os animais foram subdividas em dois outros grupos. Para metade dos animais a recompensa permaneceu no mesmo local em relacao a sala de experimentos e para a outra metade, no braco correspondente ao local oposto. Os resultados mostraram que o grupo com lesao de giro denteado teve um prejuizo, quando comparado ao grupo controle, na primeira sessao de retreino, quando a recompensa foi colocada no mesmo local e foi melhor que os controles, tambem na primeira sessao de retreino, quando a recompensa foi colocada em local oposto aquele da aquisicao da tarefa. Os animais com lesao de CA3 tiveram prejuizo ainda na fase de aquisicao da tarefa, impossibilitando a analise da fase de retreino. Um terceiro, grupo foi lesado na sub-area CA3, com menos sitios de injecao, utilizando o mesmo procedimento, e o resultado foi similar ao do grupo com lesao de giro denteado. Os resultados mostraram que a lesao de giro denteado e a lesao parcial de CA3 prejudicaram a utilizacao da estrategia espacial, mas nao a utilizacao da estrategia egocentrica
Palavra-chave Aprendizagem
Memória
Hipocampo/lesões
Idioma Português
Data de publicação 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 70 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 70 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16782

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta