Avaliacao da qualidade da estrutura de instituicoes asilares de uma regiao da cidade de São Paulo

Avaliacao da qualidade da estrutura de instituicoes asilares de uma regiao da cidade de São Paulo

Título alternativo Structural quality evaluation of sheltering institutions located in one of the regions of the city of São Paulo, Brazil
Autor Yoshitome, Aparecida Yoshie Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Este estudo de natureza descritiva teve por objetivos caracterizar as instituicoes asilares que atendem a idosos localizadas na area do Nucleo Regional de Saúde-5 da cidade de São Paulo; e avaliar a qualidade da estrutura - instalacoes fisicas, normas tecnico-administrativas e recursos humanos - disponivel nestas instituicoes, utilizando como indicadores de avaliacao normas da Portaria n§ 810/89 do Ministerio da Saúde (BRASIL, 1989) e a legislacao do exercicio profissional da enfermagem (BRASIL, 1986). O referencial teorico adotado e o proposto por DONABEDIAN (l980) e o campo de estudo foi constituido por 29 instituicoes asilares (78,4 por cento), cujos administradores concordaram em participar da pesquisa. Os dados foram obtidos por meio de entrevista, com estes gerentes, observacao sistematizada da area fisica e instalacoes e analise documental de instrumentos administrativos existentes nessas entidades. As principais conclusoes foram: as instituicoes asilares (IA) estudadas sao de carater privado, sendo 10 - 34,5 por cento beneficentes ou filantropicas (IBF) e 19 - 65,5 por cento com fins lucrativos (ICFL); entre as 29 IA, as 10 IBF oferecem maior numero de leitos (61,0 por cento). Nao existe cobranca de mensalidade em seis IBF (60,0 por cento) e nas outras, uma cobra valores acima de 14,7 salarios minimos. Em 68,4 por cento das ICFL, a faixa situa-se entre 3,6 e 7,4 salarios minimos. Nestas entidades cerca de 80,0 por cento das admissoes sao de idosos dependentes e semi-dependentes. Os aspectos de seguranca quanto a acesso e em relacao as instalacoes sanitarias por idosos nem sempre sao observados nas instituicoes estudadas. A maioria das ICFL (68,4 por cento) e a minoria das IBF (30,0 por cento) ofertam dormitorios de um a quatro leitos atendendo as normas da referida Portaria. Quanto ao aspecto organizacional, a totalidade das IBF possui estatuto e 78,9 por cento das ICFL possuem contrato social, e as rotinas, na maioria destas entidades, sao conhecidas de modo informal. A grande maioria das IA (96,5 por cento) oferece assistencia medica, porem em 70,0 por cento das IBF esta e prestada por medicos voluntarios sem insercao no quadro funcional. Os oito enfermeiros constantes deste quadro estao lotados em apenas quatro IA (l7,8 por cento) e o auxiliar de enfermagem em 21 entidades (72,4 por cento), o profissional de nivel medio presente em maior quantidade (97,1 por cento). Considerando-se o maior numero de ...(au)
Palavra-chave Idoso
Instituição de Longa Permanência para Idosos
Avaliação
Idioma Português
Data de publicação 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 138 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 138 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16759

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta