A saúde do trabalhador na sociedade 24 horas

A saúde do trabalhador na sociedade 24 horas

Autor Moreno, Claudia Roberta De Castro Autor UNIFESP Google Scholar
Fischer, Frida Marina Google Scholar
Rotenberg, Lúcia Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de São Paulo (USP)
Fundação Oswaldo Cruz Instituto Oswaldo Cruz Departamento de Biologia
Resumo This article first addresses the underlying factors determining the varying tolerance of individuals to swing and night shifts. Also discussed are features of specific jobs that may or may not favor the tolerance to variable and evening shifts. The second part of this article proposed measures to improve workers' health and physical and social well-being.

Este artigo trata, em um primeiro momento, de fatores subjacentes às diferenças individuais quanto à tolerância ao trabalho em turnos e noturno. Associadas a esses fatores, também são apresentadas características do trabalho que podem ou não favorecer a tolerância ao trabalho em turnos. Em um segundo momento, apresenta-se medidas de intervenção que visam minimizar as dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores quanto à saúde e ao bem-estar orgânico e social.
Palavra-chave shift work
organization of labor
ergometrics
trabalho em turnos
organização do trabalho
ergonomia
Idioma Português
Data de publicação 2003-03-01
Publicado em São Paulo em Perspectiva. Fundação SEADE, v. 17, n. 1, p. 34-46, 2003.
ISSN 0102-8839 (Sherpa/Romeo)
Publicador Fundação SEADE
Extensão 34-46
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-88392003000100005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-88392003000100005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1667

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-88392003000100005.pdf
Tamanho: 173.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta