Diagnostico fonoaudiologico: reconhecimento semantico e reconhecimento de frases acusticamente distorcidas (PSI) em paraliticos cerebrais

Diagnostico fonoaudiologico: reconhecimento semantico e reconhecimento de frases acusticamente distorcidas (PSI) em paraliticos cerebrais

Título alternativo Fonoaudiologico diagnosis: semantic recognition assesment and pediatric syntetic intelligibility test (PSI) in cerebral palsy
Autor Lamonica, Dionisia Aparecida Cusin Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O objetivo deste estudo foi avaliar o processo receptivo de paraliticos cerebrais por meio de Provas de Reconhecimento Semantico e Inventario de Habilidades Semanticas e do Teste Pediatric Syntetic intellibility (PSI). Foram avaliados 80 individuos classificados de acordo com o tipo e grau da paralisia cerebral: 62 espasticos, sendo 26 quadriplegicos, 18 diplegicos e 18 hemiplegicos e 18 atetoides e o grupo-controle formado de 61 individuos. A avaliacao da linguagem receptiva apontou para a grande variabilidade das habilidades linguisticas, nestes individuos, sendo que apresentaram pior desempenho respectivamente os quadriplegicos; atetoides, diplegicos e hemiplegicos. Na avaliacao da audicao periferica por meio da Audiometria tonal Limiar, quando consideradas todas as frequencias testadas (O.25 a 8kHz), observou - se perda auditiva em mais de 50 por cento, nos quadriplegicos, diplegicos e atetoides e em 12 por cento nos hemiplegicos. A configuracao da curva audiometrica descendente foi encontrada em 79 por cento dos individuos avaliados. No testes do PSI MCC os resultados indicaram normalidade para a orelha direita e esquerda em 8 por cento e 17 por cento nos quadriplegicos; 38 por cento e 44 por cento nos diplegicos; 53 por cento e 65 por cento nos hemiplegicos e 27 por cento em ambas as orelhas nos atetoides. No teste PSI - MCI apresentaram normalidade para a orelha direita e esquerda 29 por cento e 12 por cento nos diplegicos; 6 por cento e 12 por cento nos hemiplegicos e 27 por cento e 27 por cento nos atetoides. Nenhum quadriplegico conseguiu indices de normalidade nesta condicao
Palavra-chave Paralisia Cerebral/classificação
Audiometria
Idioma Português
Data de publicação 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 258 p. tabgraf.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 258 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16605

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta