Determinantes socio-economicos, culturais e familiares do desmame precoce numa comunidade de Natal, Brasil

Determinantes socio-economicos, culturais e familiares do desmame precoce numa comunidade de Natal, Brasil

Título alternativo Social-economical, cultural and family determinants of weaning in a community located in the city of Natal, Brazil
Autor Andrade, Ion Garcia Mascarenhas de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O presente trabalho, realizado numa comunidade urbana de baixa renda de Natal, Brasil; buscou, por meio de entrevistas domiciliares com nutrizes, aos tres, seis e doze meses completos do lactente, conhecer os principais determinantes epidemiologicos, relacionados ao desmame precoce. Foram entrevistadas 142 nutrizes, identificadas pelas Visitadoras de Saúde do Projeto Amigos da Comunidade, com abrangencia sobre todo o bairro de Mae Luiza. O questionario aplicado incluiu dados atinentes aos determinantes clinicos,, socio-economico-sanitarios, culturais e familiares do desmame precoce. Foram identificadas significancias estatisticas entre o desmame precoce aos tres meses e as seguintes variaveis relacionadas a nutriz e ao seu entorno familiar: Idade da Mae, (p=O,Ol), Presenca da Avo em casa, (p=O,O29); e Atitude do Conjuge, (p=0,008). A influencia cultural foi significante para o nivel de conhecimentos sobre o Tempo de Aleitamento Exclusivo (P=0,035); e para o Uso da Chupeta (p=0,000). No item que avaliou a influencia dos Servicos de Saúde, encontramos significancia positiva sobre o aleitamento materno, para o Numero de Consultas no Pre-Natal, (p=O,O4). Os Problemas de Saúde da Nutriz, conceituados de forma abrangente, foram significantes para o desmame precoce, o que verificamos atraves de duas variaveis: Prejuizo por Medicamentos (p=O,Ol5); e Prejuizo por Problemas Pessoais (p=0,000). Aos seis meses completos encontramos significancia positiva para a variavel que mediu os conhecimentos sobre a Frequencia das Mamadas, (p=0,OlO). O Internamento Hospitalar aos seis meses sofreu influencia significante da dieta, (p=0,033). Aos doze meses completos, os bebes que estiveram em aleitamento materno exclusivo aos tres meses, apresentaram um vocabulario significantemente maior que os demais, (P=0,048). Os resultados obtidos servirao para o aperfeicoamento do Projeto Amigos da Comunidade
Palavra-chave Aleitamento Materno
Epidemiologia
Desmame
Pediatria
Idioma Português
Data de publicação 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 169 p. tab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 169 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16585

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta