Avaliacao da imunidade periferica apos a injecao intratimica de antigenos do doador pela tecnica do linfonodo popliteal

Avaliacao da imunidade periferica apos a injecao intratimica de antigenos do doador pela tecnica do linfonodo popliteal

Título alternativo Evaluate of peripheric immune response following intrathymic injection of donors antigens by popliteal node assay
Autor Weber, Maria Lucia Alves Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A inducao de tolerancia e uma alternativa para diminuir a necessidade do uso cronico de drogas imunossupressoras em transplante. A IT e uma das maneiras mais eficientes de se induzir tolerancia imunologica. Utilizamos o modelo de ensaio do linfonodo popliteal (PLN) para avaliar a eficacia da Injecao Intratimica(IT) na diminuicao da resposta proliferativa aos aloantigenos. Camundongos machos adultos C57BL/6 e BALB/c foram utilizados como doador e receptor respectivamente, C3H/He como cepa distinta e DBA/2 no estudo da via de apresentacao de antigenos. Celulas lisadas, fixadas com paraformaldeido ou irradiadas foram utilizadas para identificar a via de apresentacao de antigenos. Os esplenocitos foram obtidos por gradiente de Ficoll, sendo em seguida contados e avaliados quanto a viabilidade . A injecao de 107 esplenocitos de C57BU6 foi realizada na pata direita de BALB/c e apos 7 dias, o linfonodo poptiteal foi retirado e pesado, o mesmo acontecendo com o da pata contralateral que nao foi estimulada. A injecao de 107 esplenocitos do doador em cada lobo timico do receptor realizada 7 dias antes do estimulo na pata. A estimulacao alogenica da pata direita causou um aumento significativo do linfonodo popliteai versus o controle (5,2n 2,6 x 1,0 + O,3,p=O,OOQly. A IT de antigenos do doador, diminuiu a resposta proliferativa (5,2 + 2,6 x 2,3+0,2,p=O,OOOl). Essa diminuicao nao foi devida a manipulacao mecanica do timo, ja que a IT da solucao veiculo (PBS) nao teve efeito sobre o peso do linfonodo ( 5,2 + 2,6 x 6,1 + 1,5, p=O,O5) . A diminuicao da resposta proliferativa foi antigeno especifica, nao se obtendo o mesmo resultado com IT de antigenos do doador e estimulacao na pata com antigenos de cepa distinta (C3H/He) (8,9+ 3,4).0 estimulo com celulas lisadas ou fixadas em paraformaldeido nao promoveram a proliferacao celular, confirmando que a integridade da APC do doador e essencial no processo. Celulas mononuclear DBA/2 (dispares quanto aos antigenos menores) induziu proliferacao do linfonodo ao mesmo nivel do estimulo alogenico (6,9 + 2,9 x 5,7 + 1,5, p=O,46), enfatizando o papel da apresentacao indireta. Na histologia o grupo alogenico apresentou, centros germinativos secundarios e celulas em apoptose. evidentes, ja, o grupo que recebeu IT alogenico nao apresentou centros germinativos primarios ou secundarios, mostrando uma maior hiperplasia paracortical difusa, Atraves do modelo do linfonodo popliteal nos concluimos a participacao da via...(au)
Palavra-chave Tolerância Imunológica
Timo
Linfonodos
Idioma Português
Data de publicação 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 99 p. ilus.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 99 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16579

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta