Avaliação prospectiva do antígeno rK39 como indicador de doença ativa em leishmaniose visceral

Avaliação prospectiva do antígeno rK39 como indicador de doença ativa em leishmaniose visceral

Título alternativo A prospective evaluation of rK39 antigen as an indicator of active disease in visceral leishmaniasis
Autor Viana, Graça Maria de Castro Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Burattini, Marcelo Nascimento Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Nos dias atuais uma das grandes questoes no controle do Calazar e o encontro de um metodo diagnostico nao invasivo, economico, de facil aplicabilidade no campo, com excelente sensibilidade e especificidade. Neste sentido tem-se feito diversos estudos sorologicos e proposto o antigeno rK39 como resposta. Entretanto, achados diferentes contradizem a aplicabilidade do rK39 como metodo sorologico de diagnostico de doenca ativa na leishmaniose visceral. O objetivo principal deste trabalho foi avaliar o papel do antigeno rK39. como indicador sorologico de doenca ativa na leishmaniose visceral, em individuos de uma area endemica. Para isto realizou-se o seguimento de 4 anos em 160 individuos que eram Montenegro negativos e ELISA por rK39 positivos; 6 individuos Montenegro negativos e rK39 positivos que tiveram Calazar e 15 que eram Montenegro e rK39 positivos. A amostra estudada foi acompanhada com avaliacoes atraves de exame clinico, Intradermoreacao de Montenegro e ELISA por Crude e por rK39, realizadas no tempo inicial (To), no seguimento imediato (Ti) e no tempo final (TF), 4 meses e 4 anos apos a primeira avaliacao respectivamente. A vigilancia epidemiologica para a deteccao de casos clinicos de Calazar foi realizada pela Fundacao Nacional de Saúde. Ao final do seguimento verificou-se que nenhum dos 160 individuos Montenegro negativos e rK39 positivos evoluiu para Calazar, como tambem permaneceram assintomaticos os 15 individuos Montenegro e rK39 positivos que foram controle evolutivo. A evolucao temporal das sorologias por Crude e por rK39 foi similar, ocorrendo uma gradativa queda da resposta humoral ao longo do tempo, sendo que 20,4 por cento dos 166 individuos que eram rK39 positivos e Montenegro negativos permaneceram com sorologia positiva por rK39 e 22,2 por cento permaneceram Crude positivos. Quanto ao teste cutaneo de leishmanina, 81,3 por cento responderam positivamente ao final do tempo de seguimento. Deve-se ressaltar que dentre os individuos que desenvolveram Calazar nao ocorreu a negativacao do rK39 em 83,3 por cento deles, mesmo apos 4 anos da cura clinica. Quando analisados os valores preditivo positivo (VPP) e negativo (VPN) do teste para o diagnostico de doenca ativa em condicoes de campo, verificou-se que o VPP e de apenas 3,6 por cento, enquanto o VPN e de I OO por cento. Nesta analise verificou-se que anticorpos para o antigeno rK39 estao presentes no soro de individuos assintomaticos que foram infectados por Leishmania..(au)
Palavra-chave Leishmaniose visceral
Antígenos de protozoários
Estudos prospectivos
Marcadores biológicos
Leishmaniasis, visceral
Antigens, protozoan
Prospective studies
Biological markers
Idioma Português
Data de publicação 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 111 p. ilus.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 111 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16578

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta