Avaliacao do comportamento epidemiologico e das praticas terapeuticas nos episodios de candidemia registrados em dois hospitais universitarios no periodo de 1994 a 1998

Avaliacao do comportamento epidemiologico e das praticas terapeuticas nos episodios de candidemia registrados em dois hospitais universitarios no periodo de 1994 a 1998

Título alternativo The aim of this study was to characterize the epidemiology and therapeutical approches of candidemic patientes admitted at two teaching hospital during a four-year period
Autor Pais, Luisa Patricia Fogarolli Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O conhecimento das caracteristicas epidemiologicas e de fatores prognosticos de candidemias sao variaveis importantes na definicao de estrategias de controle, prevencao e terapeutica destas infeccoes. O presente estudo tem por objetivo caracterizar a evolucao de dados epidemiologicos e de praticas terapeuticas em episodios de candidemia documentados em dois hospitais universitarios em um periodo de quatro anos. As informacoes clinicas e epidemiologicas foram obtidas atraves da revisao de prontuarios e preenchimento de ficha clinica padrao para todos os pacientes com candidemia atendidos nestes hospitais em dois periodos: junhol94 a junhol96 e julhol96 a junhol98. Foram analisados 185 episodios de candidemia, sendo 80 no periodo l e 105 no periodo 2. A comparacao entre os dois periodos nao mostrou diferencas importantes com relacao a prevalencia de sexo, idade, unidade de internacao, doencas de base e fatores de risco. Verificou-se, entretanto, aumento de cirurgias gastrointestinais e prematuridade entre os pacientes que desenvolveram candidemia. Houve predominio de especies nao-albicans (64 por cento) em ambos os periodos, sendo C. tropicalis e C. parapsilosis as especies mais prevalentes dentre as nao albicans. C. glabrata e C. krusei continuam infrequentes em nosso meio. Em ambos os periodos, 59 por cento dos pacientes recebeu terapia antifungica, e apenas 47 por cento tiveram o cateter venoso central removido apos o diagnostico. A mortalidade foi maior em pacientes que nao receberam terapeutica antifungica (p=O,OO6; RR O,57) e nos que nao tiveram o cateter venoso central removido (p=o,ooo2; RR O,43). A sobrevida foi significantemente maior (65 por cento, p=O,O4) nos pacientes com candidemia por C parapsilosis. E necessario a implementacao de programas de vigilancia e controle sobre grupos de pacientes com registro progressivo de casos de candidemia, a exemplo de prematuros e pacientes em pos-operatorio, bem como a realizacao de atividades de educacao continuada no sentido de aprimorar a abordagem terapeutica de pacientes com candidemia
Palavra-chave Infecção Hospitalar
Epidemiologia
Candida
Idioma Português
Data de publicação 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 102 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 102 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16478

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta