A unidade de terapia intensiva: um estudo sobre a comunicação entre profissionais e pacientes

A unidade de terapia intensiva: um estudo sobre a comunicação entre profissionais e pacientes

Título alternativo Intensive care unit: a study about communication between professional and patients
Autor Franco, Glaci Regina Rodrigues de Melo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Este estudo trata-se de uma pesquisa qualitativa que teve como objetivo compreender a realidade vivenciada pelos profissionais e pelos pacientes na UTI, na perspectiva da comunicacao e o significado que atribuem a esta unidade, a luz do referencial teorico do Agir Comunicativo de Jurgen Haberinas. Utilizamos como metodologia a analise hermeneutica e como tecnica de coleta de dados empiricos a entrevista semi-estruturada que nos possibilitou construir duas categorias analiticas: conhecimento/interesse e comunicacao. Na primeira, procuramos compreender como os profissionais concebem os saberes adquiridos na sua formacao e como constroem os objetivos que orientam as suas acoes. Na categoria comunicacao buscamos compreender o trabalho na equipe de profissionais e o significado da UTI para os pacientes, suas percepcoes, seus sentimentos e como percebem os profissionais que os assistem. A analise dos dados nos permitiu propor uma mudanca no paradigma para que abra espaco para uma praxis orientada para o agir comunicativo
Palavra-chave Unidades de Terapia Intensiva
Enfermagem
Comunicação
Idioma Português
Data de publicação 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 192 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 192 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16459

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta