Inibidor de fator Xa da coagulação sanguínea (Lefaxin) extraído do complexo salivar de sanguessugas Haementeria depressa Ringuelet, 1972: purificação, mecanismo de ação e sequenciamento

Inibidor de fator Xa da coagulação sanguínea (Lefaxin) extraído do complexo salivar de sanguessugas Haementeria depressa Ringuelet, 1972: purificação, mecanismo de ação e sequenciamento

Título alternativo The factor Xa of the blood coagulation inhibitor (lefaxin) from the salivary complex of Haementeria depressa Ringuelet, 1972 leeches: purification, mechanism of action and sequencing
Autor Faria, Fernanda Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Sampaio, Misako Uemura Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O complexo salivar de sanguessugas Haementeria depressa possuem potentes componentes anticoagulantes. Entre eles, uma proteína denominada lefaxin, que inibi fator Xa (FXa). O lefaxin foi purificado à sua homogeneidade, a partir dos complexos salivares, através de uma etapa de gel filtração em resina Sephadex G-1 50, seguido por duas cromatografias de troca iônica em Mono Q (sistema FPLC). A inibição do FXa pelo lefaxin foi demonstrada pela inibição de sua atividade amidolítica com alta afinidade, medido através da hidrólise do substrato cromogênico S-2765 (Ki aparente de 3,6 nM, por sua Habilidade em inibir a geração de trombina no complexo protrombinase (EC50 de 10 nM, além de inibir este fator diretamente no plasma (EC50 de 40 nM. O lefaxin é uma proteína de cadeia simples, com massa molecular de 30 kDa e um ponto isoelétrico de 5,7. As seqüências de N-terminal e peptídeos internos foram determinadas por degradação de Edman. A seqüência do gene foi deduzida através dos fragmentos amplificados por PCR e RACE RT-PCR 5' usando uma biblioteca de cDNA construída em vetor lZAP. A seqüência obtida não apresentou similaridade com outros lnibidores de FXa isolados de salivas de sanguessugas (antistasina e ghilanten). Por outro lado, a seqüência do N-terminal do lefaxin apresentou significante similaridade com proteínas carreadoras de óxido nítrico, miohemeritrina (68 por cento) proveniente do anelídeo Nereis diversicollor e prolixina S (44 por cento) do inseto Rbodinus prolixus. Curiosamente, a prolixina S também demonstrou ser uma proteína anticongelante atuando no FIXA. Porém, a seqüência do C-terminal do lefaxín apresenta uma baixa similaridade com anidrases carbônicas (21 por cento). Talvez o lefaxin possa ser classificado como uma nova classe de anticoagulantes, já que a inibição parece ser mais rápida quando comparada com outros inibidores de FXa. Além disso, devido a inibição no complexo protrombinase, o lefaxin pode ser considerado um potente agente anticoagulante.
Palavra-chave Fator Xa
Coagulação sanguínea
Sanguessugas
Idioma Português
Data de publicação 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 85 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 85 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16455

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta