Determinação de padrões de crescimento de células em cultura

Determinação de padrões de crescimento de células em cultura

Título alternativo Growth patterns for cells in culture
Autor Vilela, Marcelo José Google Scholar
Martins, Marcelo Lobato Google Scholar
Mendes, Rosemairy Luciane Autor UNIFESP Google Scholar
Santos, Anésia Aparecida Dos Google Scholar
Instituição Universidade Federal de Viçosa Departamento de Biologia Animal
Universidade Federal de Viçosa Departamento de Física
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
UFV
Resumo The growth patterns of established normal and cancer cell lines, cultured in monolayer and collagen gel, have been characterized using the cluster size distribution of cellular aggregates. HN-5 (cancer) cells exhibit, either in gel or in monolayer, power-law distributions at any time in culture, whereas for MDCK (normal) and HEp-2 (cancer) cells there is a transition from an exponential behavior to a power-law distribution after a transient time in culture. These results suggest that the transitions in growth regimes observed in MDCK and HEp-2 cell lines might be associated to changes in the control of replication or in the expression patterns of cell adhesion molecules of cell-cell and cell-matrix type related to intracellular signalling. These transitions are irreversible and seems to be an adaptative response to the growth constraints imposed by high cell population density or long permanence in culture.

Os padrões de crescimento de linhagens estáveis de células normais e cancerosas, cultivadas em monocamada e em géis de colágeno, foram caracterizados utilizando-se a distribuição de tamanhos de agregados celulares. Células HN-5 (cancerosas) apresentam, tanto em monocamada quanto em gel, distribuições regidas por leis de potência durante todo o tempo que permaneceram em cultura, enquanto que nas células MDCK (normais) e HEp-2 (cancerosas) observa-se uma transição de um comportamento exponencial para um regido por uma distribuição em leis de potência. Estes resultados sugerem que as transições nos regimes de crescimento de MDCK e HEp-2 podem estar associadas a alterações no controle da replicação ou nos padrões de expressão de moléculas de adesividade celular de junções célula-célula ou célula-matriz extracelular, relacionadas com sinalização intracelular. Estas transições são irreversíveis e parecem corresponder a uma resposta adaptativa das células às restrições ao crescimento impostas por uma elevada densidade populacional ou por uma longa permanência em cultura.
Palavra-chave Cell culture
Cancer
Growth phenomena
Scaling laws
Cultura de células
Câncer
Fenômenos de crescimento
Leis de escala
Idioma Português
Financiador Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Data de publicação 2003-01-01
Publicado em Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial. Sociedade Brasileira de Patologia ClínicaSociedade Brasileira de PatologiaSociedade Brasileira de Citopatologia, v. 39, n. 1, p. 67-72, 2003.
ISSN 1676-2444 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Patologia ClínicaSociedade Brasileira de PatologiaSociedade Brasileira de Citopatologia
Extensão 67-72
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1676-24442003000100013
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1676-24442003000100013 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1641

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1676-24442003000100013.pdf
Tamanho: 120.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta