Preparo para biopsia prostática transretal: estudo prospectivo e randomizado

Preparo para biopsia prostática transretal: estudo prospectivo e randomizado

Título alternativo Preparation for transrectal prostatic biopsy: a random and prospective study
Autor Freitas, Danielo Garcia de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Srougi, Miguel Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A biopsia prostatica transretal constitui o metodo rotineiramente empregado no diagnostico do carcinoma prostatico. Apesar de seu emprego consagrado, persiste uma grande divergencia relativa ao preparo do paciente para sua realizacao. Por isso, idealizamos um estudo prospectivo e randomizado, comparando a efiCiência da antibioticoterapia oral com ciprofloxacina e do enema retal, utilizados em associacao ou isoladamente. Cento e vinte pacientes foram divididos em quatro grupos, de acordo com o tratamento profilatico: Grupo I, ciprofloxacina por via oral, durante dois dias e enema retal; Grupo 2, enema retal isolado; Grupo 3, ciprofloxaclna por via oral, durante sete dias; e Grupo 4, ciprofloxacina por via oral, durante dois dias. A ciprofloxaclna foi administrada na dose de 500 mg. iniciada seis horas antes da biopsia e repetida a intervalos de 12 horas. Os enemas foram administrados duas horas antes do procedimento. Os criterios para indicacao da biopsia foram toque retal digital alterado e/ou presenca de niveis sericos do Antigeno Prostatico Especifico superiores a 4 ng. / ml. Os criterios de exclusao do estudo foram cultura de urina positiva antes da biopsia, instrumentacao endoscopica nas ultimas 72 h., existencia de proteses ou doencas valvulares cardiacas e vigencia de antibioticoterapia. Uroanalises e culturas de urina foram colhidas 48h. e sete dias apos a biopsia, e avaliacoes clinicas dos pacientes foram feitas sete e 14 dias apos o procedimento. Utilizamos o metodo do qui-quadrado(X2 ) adotando-se um nivel de significancia de 5 por cento(a = O,05). A incidencia de infeccao urinaria(39,3 por cento) e de febre(35,7 por cento), no grupo 2, foi significantemente maior do que nos demais grupos, nao havendo diferenca entre estes ultimos. A bacteria isolada mais frequentemente foi a E.coli(61,9 por cento) seguida do Enterococus faecalis(l4,3 por cento). Observamos 1,67 por cento de incidencia de sepsis, com recuperacao plena de todos os pacientes. Apesar de alguns autores enfatizarem a necessidade do enema retal, o emprego isolado de antibioticoterapia oral com ciprofloxacina por dois dias mostrou-se suficiente para prevenir complicacoes infecciosas apos a biopsia transretal
Palavra-chave Próstata
Biópsia
Infecção
Idioma Português
Data de publicação 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 51 p. tabgraf.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 51 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16380

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta