Cocaína: padrão de consumo e fatores associados a procura de tratamento

Cocaína: padrão de consumo e fatores associados a procura de tratamento

Título alternativo Cocaine: users and associated factors with treatment-seeking behaviour
Autor Ferri, Cleusa Pinheiro Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Laranjeira, Ronaldo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução. Existe uma tendencia dos estudos sobre o uso de cocaina, no Brasil e em outros paises, de focalizarem sobre a prevalencia do uso em populacoes especificas tais como. estudantes e usuarios em tratamento ou sobre comportamentos de risco entre usuarios de droga injetavel. Muitos aspectos do uso de cocaina no Brasil nao foram investigados. Poucas pesquisas tem sido feitas, por exemplo, em relacao a via de administracao e nenhum estudo foi feito comparando usuarios de cocaina tratados e nao tratados e fatores associados ao comportamento de procurar tratamento. Estes tem implicacoes para o entendimento do uso e abuso de substancias e dos problemas relacionados a este uso e para a implementacao de estrategias efetivas de prevencao e tratamento. Objetivos Principais. Investigar padroes de uso de droga e problemas associados em amostras de usuarios de cocaina em tratamento e na comunidade em São Paulo, explorando fatores associados a via de administracao e a procura de tratamento. Desenho: Estudo transversal realizado entre dezembro de 1996 a dezembro de 1997. Amostragem/settings. Trezentos e trinta e dois usuarios regulares de cocaina foram entrevistados. Duzentos e trinta e sete eram pacientes de servicos de atendimentos a usuarios de drogas e 95 eram usuarios de cocaina que nao haviam procurado tratamento no ultimo ano. As tecnicas de bola-de-neve e do Entrevistador com Acesso Privilegiado foram utilizadas para se alcancar os usuarios na comunidade. Instrumentos. Questionario estruturado detalhado que incluia os seguintes instrumentos padronizados SDS (Severity of Dependence Scale), GHQ-28 (General Health Questionnaire-versao 28), CAGE. Resultados. O padrao de consumo das duas populacoes foi alto, sendo que os usuarios em tratamento tinham um nivel de consumo ainda mais pesado. Usuarios na comunidade estavam mais envolvidos em atividades ilegais, eram mais provaveis de relatar efeitos adversos da cocaina, de estarem envolvidos em prostituicao e de terem morado na rua. Os usuarios de crack, tinham mais problemas sociais e de Saúde e maior envolvimento em atividades ilegais, do que os usuarios de cocaina intranasal. Os sujeitos neste estudo, estavam usando drogas por um longo tempo antes de procurar tratamento. Os fatores encontrados estar associados ao primeiro contato com um servico de tratamento foram: gravidade do uso, alcoolismo, nao estar envolvido em atividades ilicitas e reconhecer que tem problemas ...(au)
Palavra-chave Cocaína
Cocaína Crack
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
Aceitação pelo Paciente de Cuidados de Saúde
Idioma Português
Data de publicação 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 165 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 165 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16363

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta