Vias e mecanismos neurais envolvidos nos ajustes cardiovasculares induzidos pela expansao de volume em ratos

Vias e mecanismos neurais envolvidos nos ajustes cardiovasculares induzidos pela expansao de volume em ratos

Título alternativo Pathways and mechanisms involved neural in cardiovascular measured induzed by volume expansion in anaesthetized rats
Autor Colombari, Debora Simoes de Almeida Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A manutencao do volume e da composicao do liquido extracelular (LEC) dentre de limites estreitos e essencial para a homeostasia celular. Variacoes no volume do LEC e de sua composicao sao rapidamente detectados pelo sistema nervoso central (SNC) atraves de sinais provenientes dos osmorreceptores centrais e perifericos, concentracao plasmatica de hormonios circulantes, e pelos barorreceptores e receptores cardiopulmonares. A expansao aguda do volume circulante produz respostas neurais, renais, cardiovasculares e hormonais, que tem como objetivo aumentar a diurese e natriurese ate que os niveis basais do LEC sejam restabelecidos. Neste estudo, nos propusemos a determinar: 1. as vias aderentes envolvidas nas respostas cardiovasculares a expansao de volume (EV); 2. as vias centrais e os mecanismos envolvidos nestas respostas. Ratos Wistar machos (280-320 g) foram anestesiados com uretana iv (1.2 g/kg, iv) apos inducao com halotana (2 por cento em 1OO por cento de 02). Cateteres foram inseridos em ambas veias femorais e na arteria femoral esquerda para administracao de drogas, VE e medidas de pressao arterial media (MAP), respectivamente. Sondas foram posicionadas ao redor da arteria renal esquerda e da aorta abdominal inferior para o registro do fluxo sanguineo renal (FR) e dos membros posteriores (FMP), respectivamente. O FR e o FMP foram medidos por fluxometria Doppler e expresso como percentagem do basal. A condutancia vascular relativa (CR e CMP) foi calculada com a razao variacao Doppler e MAP e expressas como percentagem do basal. A EV foi realizada pela infusao de Ficoll 4 por cento (Pharmacia), 1 por cento do peso corporal a O,4 mL/min. MAP, frequencia cardiaca (FC), e os fluxos renal e dos membros posteriores e as condutancias vasculares foram registradas por 60 min apos o inicio da EV. Os resultados obtidos demonstraram que: a. em animais controles, a EV produziu um aumento transitorio (< 20 min) na PAM e vasodilatacao mantida (u 60 min) nos leitos renal e dos membros posteriores; b. apos a vagotomia bilateral (remocao dos receptores cardiopulmonares), os ajustes cardiovasculares induzidos pela EV foram semelhantes aos dos animais controles; c. em ratos com desnervacao sino-aortica (remocao dos barorreceptores arteriais) a resposta pressora da EV estava aumentada, mas a vasodilatacao renal foi bloqueada, enquanto que a vasodilatacao dos membros posteriores foi semelhante ao obsrevada em ratos controle; d. em ratos com denesvacao ...(au)
Palavra-chave Pressão Arterial
Sistema Nervoso Central
Volume Cardíaco
Fluxo Sanguíneo Regional
Fator Natriurético Atrial
Idioma Português
Data de publicação 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 102 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 102 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16350

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta