A relação entre ansiedade-traço e o padrão onirico de voluntários sadios

Show simple item record

dc.contributor.advisor Leite, José Roberto [UNIFESP]
dc.contributor.author Sartori, Vania Aparecida [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:00:26Z
dc.date.available 2015-12-06T23:00:26Z
dc.date.issued 1999
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 1999. 100 p.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16341
dc.description.abstract Introdução: Desde o mais remoto periodo da historia de que se tem registro, as pessoas tem observado seus sonhos e encontrado neles uma fonte de significado para o auto-conhecimento. Inicialmente foram as teorias metafisicas que procuraram um significado para o sonhos. Assim, os sonhos eram tidos como premonitorios ou profeticos. Porem, foi na virada do seculo, a partir dos trabalhos de Freud que considerava os sonhos como uma manifestacao de desejos inconsciente e Jung que considerava os sonhos como uma manifestacao simbolica da vida do sonhador, que os sonhos passaram a ser uma questao importante para a Ciência. Outros cientistas tambem chegavam a conclusao que havia uma continuidade entre a vida onirica e a vida em estado de vigilia. Isto vem sendo estudado ate hoje, na relacao entre a presenca constante de sonhos ansiosos em pessoas com disturbios de ansiedade. Objetivo: Considerando-se a importancia que os sonhos tem para a vida das pessoas, bem como o uso dos mesmos como coadjuvante para o processo psicoterapeutico, desenvolveu-se este estudo a fim de verificar a relacao entre estados de humor e o padrao onirico de voluntarios sadios. Metodoloqia: Para tanto, selecionou-se 32 voluntarios sadios de ambos os sexos e utilizou-se os seguintes instrumentos de avaliacao: um Questionario de Sonhos que traduz o padrao onirico da amostra; o Inventario de Ansiedade-traco (IDATE) para do grau de ansiedade-traco e os relatos utilizados para comparacao dos dados do Questionario de Sonhos. Resultados: Os resultados mostraram que os individuos com maior propensao a ansiedade, relataram sonhos ruins, temerosos e fantasticos sem sentido, e individuos com menor propensao a ansiedade, relataram sonhos bons, alegres e reais com sentido. Esses dados foram corroborados pelos dados do diario de sonhos. Conclusao: Concluiu-se que por meio do instrumento aplicado, Questionario de Sonhos, foi possivel estabelecer um perfil onirico, o qual se correlacionou com o grau de ansiedade-traco da amostra estudada. Assim, este estudo pode ser ampliado e direcionado para a utilizacao destas avaliacoes em processos psicoterapeutico dirigidos para o tratamento da ansiedade pt
dc.format.extent 100 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Sonhos pt
dc.subject Ansiedade pt
dc.subject Questionários pt
dc.title A relação entre ansiedade-traço e o padrão onirico de voluntários sadios pt
dc.title.alternative The relation between anxiety trait and dream patterns of healthy volunteers en
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-016050.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account