A relação entre ansiedade-traço e o padrão onirico de voluntários sadios

A relação entre ansiedade-traço e o padrão onirico de voluntários sadios

Título alternativo The relation between anxiety trait and dream patterns of healthy volunteers
Autor Sartori, Vania Aparecida Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Leite, José Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: Desde o mais remoto periodo da historia de que se tem registro, as pessoas tem observado seus sonhos e encontrado neles uma fonte de significado para o auto-conhecimento. Inicialmente foram as teorias metafisicas que procuraram um significado para o sonhos. Assim, os sonhos eram tidos como premonitorios ou profeticos. Porem, foi na virada do seculo, a partir dos trabalhos de Freud que considerava os sonhos como uma manifestacao de desejos inconsciente e Jung que considerava os sonhos como uma manifestacao simbolica da vida do sonhador, que os sonhos passaram a ser uma questao importante para a Ciência. Outros cientistas tambem chegavam a conclusao que havia uma continuidade entre a vida onirica e a vida em estado de vigilia. Isto vem sendo estudado ate hoje, na relacao entre a presenca constante de sonhos ansiosos em pessoas com disturbios de ansiedade. Objetivo: Considerando-se a importancia que os sonhos tem para a vida das pessoas, bem como o uso dos mesmos como coadjuvante para o processo psicoterapeutico, desenvolveu-se este estudo a fim de verificar a relacao entre estados de humor e o padrao onirico de voluntarios sadios. Metodoloqia: Para tanto, selecionou-se 32 voluntarios sadios de ambos os sexos e utilizou-se os seguintes instrumentos de avaliacao: um Questionario de Sonhos que traduz o padrao onirico da amostra; o Inventario de Ansiedade-traco (IDATE) para do grau de ansiedade-traco e os relatos utilizados para comparacao dos dados do Questionario de Sonhos. Resultados: Os resultados mostraram que os individuos com maior propensao a ansiedade, relataram sonhos ruins, temerosos e fantasticos sem sentido, e individuos com menor propensao a ansiedade, relataram sonhos bons, alegres e reais com sentido. Esses dados foram corroborados pelos dados do diario de sonhos. Conclusao: Concluiu-se que por meio do instrumento aplicado, Questionario de Sonhos, foi possivel estabelecer um perfil onirico, o qual se correlacionou com o grau de ansiedade-traco da amostra estudada. Assim, este estudo pode ser ampliado e direcionado para a utilizacao destas avaliacoes em processos psicoterapeutico dirigidos para o tratamento da ansiedade
Palavra-chave Sonhos
Ansiedade
Questionários
Idioma Português
Data de publicação 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 100 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 100 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16341

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta