Correlação entre os achados à biomicroscopia ultra-sônica de bolhas filtrantes com ou sem mitomicina C com a pressão intra-ocular

Show simple item record

dc.contributor.advisor Mello, Paulo Augusto de Arruda [UNIFESP]
dc.contributor.author Marcon, Italo Mundialino [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:00:24Z
dc.date.available 2015-12-06T23:00:24Z
dc.date.issued 1999
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 1999. 127 p. ilus., tab.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16322
dc.description.abstract Foram examinados, utilizando a biomicroscopia ultra-sonica (UBM), 6 olhos de 44 pacientes portadores de glaucoma (54 casos de glaucoma de angulo aberto e 7 de glaucoma de angulo fechado), submetidos a cirurgia antiglaucomatosa. O grupo era formado por 24 pacientes do sexo feminino e 20 do sexo masculino, todos brancos, com idade variando de 33 a 86 anos, com uma media de 67,84 anos. Os pacientes foram examinados no pos-operatorio de forma nao randomizada, em um estudo de coorte com duracao de seis meses. Todos os pacientes foram operados pela tecnica filtrante antiglaucomatosa denominada trabeculectomia, tendo 38 recebido a mitomicina C (MMC) no intra-operatorio e 23 nao. Todos os 61 olhos operados foram examinados e avaliados no pos-operatorio pelo UBM, modelo 840, com a sonda de 50 MHz, da Humphrey Instruments (San Leandro, California), utilizando a tecnica descrita por PAVLIN em 1991 (PAVLI N et al., 1991). Foi avaliada a presenca ou nao da cavidade, o diametro, a altura e a espessura da parede da bolha, a espessura da conjuntiva as 6 horas, a profundidade da camara anterior em olhos submetidos a cirurgia, e o efeito sobre a pressao intra-ocular (Po) das diferentes caracteristicas da bolha filtrante. O estudo pelo UBM demonstrou que, dos dados examinados, foi a altura da bolha o elemento que mais influenciou na diminuicao da Po. Na trabeculectomia, a parede da bolha filtrante foi significativamente mais espessa nos olhos que receberam a MMC do que naqueles que nao receberam. A diminuicao da Po foi maior nos olhos em que foi utilizada a mitomicina C do que aqueles em que nao foi utilizada, com uma diferenca de 2,54mmHg. A Po e as caracteristicas das bolhas filtrantes apresentaram comportamento semelhante nos subgrupos com menos ou com mais de seis meses de intervalo pos-operatorio quando comparados entre si pt
dc.format.extent 127 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Glaucoma pt
dc.subject Trabeculectomia pt
dc.subject Mitomicina pt
dc.subject Pressão intraocular pt
dc.title Correlação entre os achados à biomicroscopia ultra-sônica de bolhas filtrantes com ou sem mitomicina C com a pressão intra-ocular pt
dc.title.alternative Correlation between ultrasound biomicroscopy the filtration blebs with or without mitomycin C in intra-ocular pressure en
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-016030.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account