Evolução nutricional e morbidade em lactentes atendidos por creche diferenciada

Show simple item record

dc.contributor.advisor Taddei, Jose Augusto de Aguiar Carrazedo [UNIFESP]
dc.contributor.author Cury, Maria Cristina Faria da Silva [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:00:23Z
dc.date.available 2015-12-06T23:00:23Z
dc.date.issued 1999
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 1999. 71 p. tab., graf.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16311
dc.description.abstract Este estudo sobre a evolucao nutricional e a morbidade em lactentes atendidos por creche diferenciada, procurou contribuir para o entendimento da questao da crianca institucionalizada. O objetivo geral foi o de avaliar as condicoes de Saúde e nutricao das criancas com idade igual ou inferior a 24 meses que frequentaram o Centro de Convivencia Infantil do Hospital Dante Pazzanese de Cardiologia, no periodo de janeiro de 1987 a janeiro de 1995, utilizando as informacoes dos primeiros 12 meses de frequencia. As variaveis levantadas foram: escolaridade dos pais; situacao marital; frequencia a creche; peso; idade; sexo; peso ao nascer; frequencia de infeccoes respiratorias agudas (IRAs) e febre; uso de antibioticos; diarreia e recusa alimentar. Os resultados mostraram bom estado nutricional, na entrada e na evolucao da crianca na creche, independentemente de escolaridade dos pais e de outras variaveis de confundimento; observou-se elevada prevalencia de IRA e baixa incidencia de diarreia. A presenca de febre e o uso de antibioticos guardaram certa semelhanca no acompanhamento. Pode-se concluir que: l - a desnutricao nao foi observada na matricula da crianca e a utilizacao das analises de regressao logistica confirmaram que nao houve mudancas nos perfis nutricionais durante o tempo de acompanhamento das criancas na creche, mesmo afastando os possiveis fatores de confundimento: escolaridade dos pais, situacao marital, peso ao nascimento, sexo, idade na matricula, Z escore P/I de admissao, frequencia a creche, IRA, febre, uso de antibiotico, diarreia e recusa alimentar.; 2- a estratificacao por escolaridade dos pais nao mostrou diferenca no comportamento do estado nutricional dos lactentes, bem como na morbidade, particularmente da IRA; 3 - a morbidade que apareceu com maior frequencia foi IRA principalmente na primeira metade do periodo de frequencia a creche, sendo que em 113 delas foi acompanhada pelo sinal febre e uso de antibiotico; 4- a supervisao de um profissional de nivel superior em Saúde e treinamento do pessoal de apoio para o controle das condicoes de higiene, tanto no ambiente fisico como no preparo das refeicoes, contribuiram para a baixa ocorrencia de diarreia; 5 - a concomitancia da ocorrencia de febre e do uso criterioso de antibioticos indicou um atendimento satisfatorio da crianca em situacao de doenca; 6 - a adaptacao da crianca a creche pode ser indicada pela presenca de recusa alimentar e da ocorrencia de febre ...(au) pt
dc.format.extent 71 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Morbidade pt
dc.subject Estado Nutricional pt
dc.subject Creches pt
dc.subject Lactente pt
dc.title Evolução nutricional e morbidade em lactentes atendidos por creche diferenciada pt
dc.title.alternative Nutritional and morbidity evolution in infants that were assisted at a differentiatrd child care institution en
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-016019.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account