(Re) construindo o hospital: a ótica da criança portadora de doença renal crônica

(Re) construindo o hospital: a ótica da criança portadora de doença renal crônica

Título alternativo (Re) constructing of hospital: point of view of the child with chronic renal disease
Autor Pereira, Sônia Regina Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Oliveira, Eleonora Menicucci de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O objetivo desta pesquisa foi rever pela otica da crianca portadora de doenca renal cronica o ambiente hospitalar e a adequacao ou nao desta estrutura em atender suas necessidades durante os periodos frequentes de internacao para realizarem tratamento dialitico, e captar no imaginario dessas criancas como elas percebem o hospital e que modificacoes introduziriam nesta realidade para que mantenham ou recuperem sua qualidade de vida. Como tambem conhecer em que medida familiares e profissionais facilitam ou bloqueiam esta busca de viver com qualidade. O estudo esta fundamentado nos pressupostos da investigacao qualitativa, na Teoria das Representacoes Sociais e na Teoria existencialista de Sartre, visando compreender como essas criancas constroem sua relacao com o mundo do hospital e com os profissionais que nele trabalham. Os trabalhos de campo foram realizados por meio de entrevistas contendo oito questoes abertas e semi-estruturadas, leitura de prontuario hospitalar e acrescidas pelo uso da Tecnica Projetiva (desenhos-estorias com tema dirigido). Deste modo, foi possivel identificar quatro nucleos tematicos denominados: 0 hospital e assim..., em que as criancas falam de suas expectativas em relacao a este ambiente; Sentimentos expressos... em busca de significados, em que falam sobre suas angustias, medos e esperancas durante o transcorrer do longo tempo em que permanecem em tratamento; 0 que as criancas querem modificar, que se refere as mudancas por elas solicitadas em relacao ao ambiente hospitalar e Desconstruindo o hospital e a doenca, em que as criancas retratam a realidade da doenca e das internacoes rotineiras em suas vidas. Ao realizar esta discussao percebeu-se que a vontade expressada por essas criancas era de que a doenca desaparecesse de suas vidas, que nascessem normais, sem problemas de Saúde; assim, a guisa de buscar uma resposta a esta solicitacao, faco referencias a um enfoque diferente no cuidado de enfermagem pediatrica a ser prestado a elas baseado no agora e no estar junto, ou seja, em momentos felizes
Palavra-chave Criança
Insuficiência renal crônica
Hospitais
Idioma Português
Data de publicação 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 193 p. ilus.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 193 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16298

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta