Contribuicao para melhor conhecimento da raiva humana na area das Ciências biologicas e da Saúde coletiva

Contribuicao para melhor conhecimento da raiva humana na area das Ciências biologicas e da Saúde coletiva

Título alternativo Contribuition for best knowlodge of human rabies in biological sciences and public health
Autor Burdmann, Luciano de Almeida Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A raiva humana e a doenca que vem sendo ignorada, apesar de que, no pais, as condicoes ambientais e enzooticas sejam altamente favorecedoras para sua ocorrencia. O Autor, nos conhecimentos que acumulou sobre a grave neuroinfeccao, observou que os aspectos clinicos, epidemiologicos, profilaticos e sanitarios sao limitados e criam situacoes de resolucao insatisfatoria. Nos exercicios praticos de ambulatorio e de pronto-socorro, associados a pesquisa de campo, o Autor procurou comentar os problemas levantados, apontando as proposicoes que lhe pareceram compativeis para atenuar a grave situacao sanitaria da enzootia. O Autor sugere que, para resolucao dos problemas, ha a necessidade da estreita colaboracao entre as duas Medicinas - a humana e a veterinaria. Que o assunto exige maior debate em todas as areas voltadas para as Ciências Biologicas e da Saúde Coletiva (Enfermagem, Biomedicina, Imunologia, Odontologia, Biologia, Zoologia, Agronomia etc.). Finalmente manifesta a esperanca de que a raiva humana passe a ser uma linha de pesquisa mais atraente, deixando de ser uma escolha muito rara como e atualmente
Palavra-chave Raiva
Epidemiologia
Saúde Pública
Idioma Português
Data de publicação 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 133 p. ilus., graf.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 133 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16274

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta