Acidentes ocupacionais e situação de risco para a equipe de enfermagem

Show simple item record

dc.contributor.advisor Viana, Lucila Amaral Carneiro [UNIFESP]
dc.contributor.author Souza, Marcia de [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:00:20Z
dc.date.available 2015-12-06T23:00:20Z
dc.date.issued 1999
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 1999. 163 p. ilus., tab.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16267
dc.description.abstract Realizou-se um estudo baseado nos referenciais da Epidemiologia e da psicopatologia do trabalho, em tres hospitais da rede publica e dois da rede privada do Municipio de São Paulo, com os objetivos de verificar e comparar os coeficientes de incidencia dos acidentes relacionados com materiais perfuro-cortantes, ocorridos no ano de 1996, assim como os fatores de risco que interferiram em tais acidentes. Os dados foram coletados diretamente das fichas de acidente de trabalho e atraves de entrevistas com as/os acidentadas/os, tendo sido observadas 373 fichas de acidentes e realizadas 89 entrevistas. Os hospitais da rede privada apresentaram coeficiente de incidencia significantemente maior (91,9/mil) que os hospitais da rede publica (33,2/mil). Em relacao ao numero de empregos, 93 por cento das/os acidentadas/os provenientes da rede privada, possuiam apenas um emprego, contra 30,4 por cento das/os da rede publica. A maioria eram mulheres (89O/o), cuja media da faixa etaria variava entre 37,3 e 47,2 anos; a media do tempo de formacao profissional nos hospitais privados era inferior a oito anos. Os acidentes ocorreram, em geral, apos quatro horas trabalhadas, nas unidades de intemacao, nao sendo observada diferenca entre os turnos de trabalho. As agulhas foram responsaveis por 77,5 por cento dos casos e em apenas em 46,1 por cento dos acidentes, as/os profissionais estavam utilizando luvas. Os acidentes ocorreram durante (28,4 por cento ) ou apos (37,0 por cento ) a execucao de um procedimento e, em 26,7 por cento dos casos, o objeto causador havia sido desprezado ou r 4 esquecido em local improprio. Os fatores de risco que interferiram nos acidentes foram relacionados as situacoes de risco real (falta de material apropriado, sobrecarga de atividades - responsabilidade do empregador); suposto (falta de conscientizacao apesar dos programas de educacao continuada - empregador supoe que se conhece as normas) e, residual (falta de observacao das medidas de biosseguranca - responsabilidade das(os) profissionais) pt
dc.format.extent 163 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Acidentes de Trabalho pt
dc.subject Riscos Ocupacionais pt
dc.subject Equipe de Enfermagem pt
dc.subject Accidents, Occupational en
dc.subject Occupational Risks en
dc.subject Nursing, Team en
dc.title Acidentes ocupacionais e situação de risco para a equipe de enfermagem pt
dc.title.alternative Occupational accidents and risk situations for the nursing team: a study in five hospitals in the city of São Paulo en
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-015972.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account