Rabdomiosarcoma de cabeça e pescoço na infância

Rabdomiosarcoma de cabeça e pescoço na infância

Título alternativo Head and neck rhabdomyosarcoma in childhood
Autor Neves, Beatrice Mª J. Autor UNIFESP Google Scholar
Pontes, Paulo A. de L. Autor UNIFESP Google Scholar
Caran, Eliana Maria Monteiro Autor UNIFESP Google Scholar
Figueiredo, Claudia Autor UNIFESP Google Scholar
Weckx, Luc Louis Maurice Autor UNIFESP Google Scholar
Fujita, Reginaldo Raimundo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Rhabdomyosarcoma (RMS) is a malignant tumor of immature mesenchymal cells; it can arise from any part of the body. RMS is the most common soft tissue sarcomain the childhood and its most frequent primary site is the head and neck. AIM: The purpose of this study was to review the occurrence of head and neck RMS in childhood and its clinical-histopathologic features. STUDY DESIGN: Clinical retrospective. METHOD: Eighty-two patients with soft tissue sarcoma treated in the Institute of Pediatric Oncology, UNIFESP-EPM, between 1988 and 2002 were included in this study. The medical records of the patients with head and neck soft tissue sarcomas were reviewed. The following parameters were analyzed: incidence of RMS in the childhood and in the head and neck, sex, age, histological classification, primary site, follow-up. RESULTS: In this study, 65% of soft tissue sarcomas were RMS; 33% of RMS were in the head and neck region; 77% of soft tissue sarcoma in this region were RMS. The mean age at diagnosis was 7.62 years, 41% were between 5 and 9 years. In this sample, there were 47% men and 53% women. Embryonic RMS was the predominant histological type (64.6%) and the orbit was the most common primary site (52.8%). One hundred percent, 50% and 33.3% of the parameningeal, nonparameningeal and orbital RMS, respectively, led to death. CONCLUSION: RMS is the most common soft tissue sarcoma in the childhood and the head and neck is the most frequent primary site. Males were more affected by RMS than females. The mean age at diagnosis was 7.62 years and the most frequent age interval was between 5 and 9 years old. The embryonic histological type and the orbit as primary site were predominant. The highest mortality was found for parameningeal RMS and the lowest, for orbital RMS.

Rabdomiosarcoma é uma neoplasia maligna originária de células mesenquimais primitivas, podendo ocorrer em qualquer lugar do corpo. É o sarcoma de partes moles mais comum na infância, e localiza-se mais freqüentemente na cabeça e pescoço. OBJETIVO: Estudar a ocorrência de RMS na cabeça e pescoço na infância, correlacionando aspectos clínicos e histopatológicos. FORMA DE ESTUDO: Clínico retrospectivo. MÉTODO: Oitenta e dois pacientes com diagnóstico de sarcomas de partes moles, atendidos no Instituto de Oncopediatria da UNIFESP-EPM de 1988 a 2002 foram incluídos neste estudo. Foram estudados os seguintes parâmetros: incidência de RMS na infância e na cabeça e pescoço, distribuição segundo sexo, faixa etária, tipo histológico, localização primária, óbito X localização, causa mortis. RESULTADOS: Neste estudo 65% dos casos de sarcomas de partes moles corresponderam à RMS; 33% dos casos de RMS localizavam-se na cabeça e pescoço; 77% dos casos de sarcoma de partes moles de cabeça e pescoço corresponderam ao RMS. A média de idade no diagnóstico foi de 7,62 anos, predominando na faixa etária dos 5 aos 9 anos (41%). Em relação ao sexo, encontramos 47% do sexo feminino e 53% do sexo masculino. Quanto ao tipo histológico, o mais comum foi o RMS embrionário correspondendo a 64,6% do total. O sítio primário mais comum foi o orbital (52,8%). Cem por cento, 50% e 33,3% dos pacientes com RMS parameníngeo, não parameníngeo e orbital, respectivamente, evoluíram para óbito. CONCLUSÃO: O RMS é o sarcoma de partes moles mais comum na infância, localizando-se preferencialmente na cabeça e pescoço. Houve predominância do sexo masculino neste estudo; idade média de 7,62 anos predominando a faixa etária dos 5 aos 9 anos. O tipo histológico predominante foi o embrionário e a localização orbital foi mais freqüente. O maior índice de óbito pertenceu aos RMS parameníngeo e o menor ao orbital.
Palavra-chave rhabdomyosarcoma
pediatric oncology
head and neck neoplasm
rabdomiosarcoma
oncologia pediátrica
neoplasias de cabeça e pescoço
Idioma Português
Data de publicação 2003-01-01
Publicado em Revista Brasileira de Otorrinolaringologia. ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, v. 69, n. 1, p. 24-28, 2003.
ISSN 0034-7299 (Sherpa/Romeo)
Publicador ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Extensão 24-28
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992003000100005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-72992003000100005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1623

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0034-72992003000100005.pdf
Tamanho: 159.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta