Protocolo de avaliacao para indicacao de sistemas suplementares ou alternativos de comunicacao para criancas portadoras de paralisia cerebral

Protocolo de avaliacao para indicacao de sistemas suplementares ou alternativos de comunicacao para criancas portadoras de paralisia cerebral

Título alternativo Assessment protocol for indication of augmentative and alternative communication for cerebeal palsy children
Autor Fernandes, Anelise Sanchis Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Com o objetivo de configurar um protocolo de avaliacao para a indicacao de Comunicacao Suplementar ou Alternativa, foi realizado um estudo em 32 criancas portadoras de Paralisia Cerebral, na faixa etaria de 3 anos a 11 anos e 11 meses, que encontravam-se em atendimento no Setor de Fonoaudiologia do LAR ESCOLA SAO FRANCISCO - Centro de Reabilitacao - UNIFESP/EPM e apresentavam disturbios na comunicacao oral. No Brasil ainda sao poucos os trabalhos publicados nesta area e nao existe nenhum protocolo, na literatura nacional, que auxilie os profissionais da area de reabilitacao quanto aos aspectos a serem avaliados para a indicacao do Sistema mais adequado para cada caso. Para a coleta de dados, foram realizados os seguintes procedimentos: um questionario as maes sobre a comunicacao de seus filhos; uma observacao sobre o desempenho comunicativo do sujeito durante uma situacao livre; avaliacao da capacidade motora; avaliacao de habilidades cognitivas e linguisticas, onde foram utilizados um brinquedo acionado, objetos, ou suas miniaturas, fotos e simbolos pictograficos. Os individuos estudados apresentaram dificuldade na representacao simbolica em quase todos os aspectos do protocolo de avaliacao em que esta foi investigada, de acordo com a hierarquia de reconhecimento grafico: objeto, foto e simbolo pictograficos. Quanto ao modo de comunicacao, o uso da expressao facial foi significantemente mais frequente do que o uso de vocalizacoes, gestos e palavras, sendo esta ultima significantemente menor que todas as outras. Com base na literatura pesquisada e nos procedimentos descritos, foi possivel configurar um protocolo de avaliacao. Esse protocolo possibilitou que elementos importantes para a indicacao e utilizacao de Sistemas Suplementares ou Alternativos de Comunicacao fossem suscitados
Palavra-chave Paralisia Cerebral
Comunicação
Idioma Português
Data de publicação 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 81 p. ilus., tab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 81 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16227

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta