Desempenho de uma população brasileira na sub-escala cognitiva da Escala de Avaliação da Doença de Alzheimer(ADAS-Cog)

Desempenho de uma população brasileira na sub-escala cognitiva da Escala de Avaliação da Doença de Alzheimer(ADAS-Cog)

Alternative title The performance of a brazilian population in the cognitive subscale of the Alzheimer's Disease Assessment Scale
Author Schultz, Rodrigo Rizek Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Bertolucci, Paulo Henrique Ferreira Autor UNIFESP Google Scholar
Graduate program Neurologia/Neurociências
Abstract A doenca de Alzheimer e a forma mais comum de demencia de inicio tardio. Embora o diagnostico seja fundamental, nao ha acordo no que se refere aos testes para avaliacao cognitiva. Como tentativa de unificacao dessa avaliacao temos a sub-escala cognitiva da Escala de Avaliacao da Doenca de Alzheimer DAS-Cog. Esse estudo teve como objetivo a realizacao de uma adaptacao nacional para o ADAS-Cog e uma padronizacao para a nossa populacao segundo a escolaridade. O estudo foi formado por um grupo-controle composto de 96 individuos voluntarios livres de doencas neurologicas ou psiquiatricas e um grupo de 44 pacientes demenciados com CDR 1. Todos foram submetidos a nossa adaptacao do ADAS-Cog. O ADAS-Cog e uma bateria constituida de pequenos testes individuais. Faz-se necessario aproximadamente quarenta minutos para sua administracao. O escore varia de 70 (mais baixo) a 0. Os itens avaliados relacionam-se a: memoria, linguagem, praxia e orientacao. Concluimos que a adaptacao do ADAS-Cog e adequada para a nossa populacao, inclusive diferenciando os dois grupos. A escolaridade apresenta grande influencia no desempenho do ADAS-Cog, tanto dentro do grupo controle e de pacientes com DA e CDR 1,0, como entre os grupos para item e escolaridade correspondentes. O teste de memoria tardia de evocacao de palavras, realizado como uma forma de avaliacao adicional, mostrou-se bastante util na discriminacao entre idosos normais e pacientes com DA, principalmente quando analisado em relacao a escolaridade. Para o teste de nomeacao de objetos e dedos, somente alguns objetos mostraram ser de utilidade quando comparados controles e DA: o chocalho, o pegador, a mascara, a carteira e a gaita
Keywords Doença de Alzheimer
Testes neuropsicológicos
Avaliação
Escolaridade
Language Portuguese
Date 1999
Published in São Paulo: [s.n.], 1999. 88 p. ilus., tab.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 88 p.
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16201

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account