Avaliação da produção ex-vivo de fator de necrose tumoral-alfa, interleucina-10 e interferon-gama em pacientes com sepse grave e choque séptico

Avaliação da produção ex-vivo de fator de necrose tumoral-alfa, interleucina-10 e interferon-gama em pacientes com sepse grave e choque séptico

Título alternativo Evaluation of ex-vivo production of tumor necrosis factor alpha, interferon gamma and interleukin-10 in patients with severe sepsis and septic shock
Autor Rigato, Otelo Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Salomão, Reinaldo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Neste estudo, avaliou-se a producao ex-vivo de TNFa e EL-1O por meio do estimulo com LPS e P. aeruginosa, e de IFNg pelo estimulo com fitoemaglutinina em 20 pacientes com sepse grave ou choque septico (grupo PS), 20 pacientes sem infeccao (grupo DB) e 20 individuos sadios (grupo IS). A producao de TNFa com estimulo de LPS foi menor no grupo PS (mediana = 638 pg/ml, variacao: zero a 3337) que no grupo DB (mediana = 4060 pg/ml, variacao: zero a 7029- p=O,OO3), que por sua vez foi menor que no grupo IS (mediana = 5329 pg/ml, variacao: 2258 a 12569- p<O,OOl). A producao de TNFa com estimulo de P. aeruginosa foi menor no grupo PS (mediana = 1443 pg/ml, variacao: zero a 15502) que no grupo DB (mediana = 7319 pg/ml, variacao: 686 a 15282; p=O,O5), que por sua vez nao diferiu do grupo IS (mediana = 6612 pg/ml, variacao: 2365 a 12958; p=O,6). A producao de IFNg foi menor no grupo PS (mediana = 948 pg/ml, variacao: zero a 2713) em relacao ao grupo DB (mediana = 5516 pg/ml, variacao: 125 a 13591; p<O,OOl), que por sua vez foi menor que o grupo IS (mediana = 11282 pg/ml, variacao: 5032 a 14512- p<O,OOl). A diferenca de producao de IL-IO nao foi significativa entre os tres grupos, independentemente do estimulo utilizado: para o LPS, a mediana do grupo PS foi 244 pg/ml, variacao: zero a 1015; a mediana do grupo DB foi zero, variacao: zero a 967; a mediana do grupo IS foi 230 pg/ml, variacao: zero a 1875- para P.aeruginosa, a mediana do grupo PS foi 708 pg/ml, variacao: zero a 351 I a mediana do grupo DB foi 320 pg/ml, variacao: zero a 2044; a mediana do grupo IS foi 431 pg/ml, variacao: zero a 3189). A producao de cada citocina pelos diferentes estimulos foi comparada em cada grupo. O estimulo com P.aertiginosa potencializou a producao de TNFg no grupo PS (p<O,OOl), no grupo DB (p<O,OOl), mas nao no grupo IS (p=O,6). A producao de IL-1O por P.aeruginosa foi potencializada nos tres grupos (PS: p<0,001; DB: p=0,002; IS:p=0,002). A producao das citocinas nao esteve associada com presenca de choque ou evolucao, embora tenha havido uma tendencia de menor producao de IL-10 nos pacientes que evoluiram para obito (p=0,09). Pela regressao multipla, a menor producao de IL-10 esteve associada com pior indice de disfuncao organica(p=0,03). Tambem pela regressao multipla, a producao de TNFa permaneceu diferente entre os tres grupos apenas sob estimulo de LPS (p=0,001), sobrepujada apenas pela producao de INFg (p<0,001)). Existe, portanto...(au)
Palavra-chave Sepse
Citocinas
Fator de necrose tumoral alfa
Interferon gama
Interleucina-10
Idioma Português
Data de publicação 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 88 p. ilus., tab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 88 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16194

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta