Equipamento para administração de óxido nítrico

Equipamento para administração de óxido nítrico

Título alternativo Nitric oxide administration equipament: laboratorial study and simulation with carbon dioxide
Autor Munechika, Masashi Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Amaral, José Luiz Gomes do Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O trabalho se propos a demonstrar a viabilidade tecnica de um equipamento, para a administracao de oxido nitrico (NO), que pode ser adaptado a qualquer ventilador pulmonar com fluxo inspiratorio e tempos inspiratorio e expiratorio constantes. O equipamento foi montado com um cilindro contendo 1000 ppm de NO diluido em nitrogenio, um regulador de pressao, dois fluxometros, tubos e conectores de material plastico e analisadores eletroquimicos de NO e dioxido de nitrogenio (NO2) - O arranjo foi concebido de modo a injetar fluxos continuos de NO a 30 centimetros da extremidade distal do ramo inspiratorio do circuito do ventilador pulmonar. Com o ventilador regulado, em modo volume-controlado, para fornecer volume-corrente de 500 mililitros, frequencia de 10 ciclos por minuto e fluxo de 40 litros por minuto, injetou-se fluxos de NO de 50, 100 e 200 ml.min-l. o analisador eletroquimico Pac II NO (Drager, Alemanha) detectou concentracoes medias respectivas de 10,6 ppm, 20,6 ppm e 39 ppm de NO. A diferenca entre as concentracoes esperadas e obtidas de NO variou entre -7 por cento e +20,2 por cento . o analisador eletroquimico Pac II NO2 (Drager, Alemanha) , detectou concentracoes medias respectivas de O,02 ppm, O,24 ppm e O,54 ppm de NO2. A diferenca entre as concentracoes esperadas e obtidas de NO2 variou entre -40,25 por cento e -1OO por cento . Para estudar o comportamento da bolha de NO e descartar a possibilidade de administracao de concentracoes muito elevadas desse gas, substitui-se o NO por dioxido de carbono (CO2) e o analisador eletroquimico de NO por capnografo. Em se tratando de um aparelho com resposta quase imediata, quando comparado com o analisador eletroquimico, o capnografo registrou picos de concentracoes de 0,87 por cento, 4, 64 por cento e 8,84 por cento, formados pelas injecoes de fluxos 50, 100e 200 ml.min-1 de CO2 puro, A injecao de fluxos semelhantes de 1000 ppm de NO resultaria em concentracoes de 8.7 ppm, 46,4 ppm e 88,4 ppm, considerando-se a difusibilidade do NO igual a do CO2. Aplicando-se a lei de Grahan sabemos que o NO e 17,5 por cento mais difusivel do que o CO2, portanto, os picos de concentracoes formados pelo NO devem ser menores do que aqueles formados pelo CO2. Com os dados expostos, concluiu-se que o equipamento e o metodo empregado seriam capazes de fornecer NO em doses desejadas sem se atingir picos potencialmente danosos
Palavra-chave Óxido nítrico
Equipamento
Simulação
Dióxido de carbono
Idioma Português
Data de publicação 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 70 p. tab., graf.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 70 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16136

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta