Queimaduras: características dos pacientes atendidos no hospital geral de São Mateus, São Paulo

Queimaduras: características dos pacientes atendidos no hospital geral de São Mateus, São Paulo

Título alternativo Burns: characteristics of the patients in the hospital geral de Sao Mateus, São Paulo
Autor Telerman, Raul Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Ferreira, Lydia Masako Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Cirurgia Translacional – São Paulo
Resumo O atendimento ao paciente queimado evoluiu com o passar dos tempos. Desde as referencias mais antigas (encontradas em papiros egipcios) ate os tempos atuais, houve um constante avanco no estudo da fisiopatologia e tratamento, principalmente apos catastrofes naturais (grande incendio em Massachussetts, em 1942) e guerras (2a. Guerra Mundial e Guerra da Coreia). A partir da decada de 80, tem inicio estudos epidemiologicos dos queimados com finalidade de prevencao do acidente, atraves do melhor conhecimento do paciente atingido, faixa etaria, sexo, agente etiologico e caracteristicas do evento. O conhecimento do paciente queimado no Brasil e o objetivo do presente estudo. No periodo de 25 de maio de 1994 a 24 de maio de 1997 foram atendidos 3.391 pacientes queimados na Unidade de Queimados do Hospital Geral de Sao Mateus, em São Paulo. O estudo retrospectivo mostrou que 2.929 (86,4 por cento ) deles foram atendidos em nivel ambulatorial, sendo escaldo o principal agente etiologico entre os pacientes analisados, independente da faixa etaria. Nao houve predominio do sexo entre estes pacientes. Os 462 (l3,6 por cento ) pacientes restantes necessitaram internacao hospitalar. Dentre eles, 287 (62,1 por cento ) pertenceram ao sexo masculino e 175 (37,9 por cento ) ao sexo feminino. A distribuicao por faixa etaria mostrou 195 (42,2 por cento ) pacientes menores de 14 anos, 252 (54,6 por cento ) pacientes entre 14 e 59 anos e 15 (3,2 por cento ) pacientes com 60 ou mais anos de idade. Escaldo foi o principal agente etiologico entre os pacientes internados menores de 5 anos e maiores de 60 anos; explosao de liquidos inflamaveis foi o principal agente etiologico para os demais (entre 5 e 59 anos de idade). A superficie corporal queimada media para os pacientes internados foi 22,1 por cento , sendo 18,7 por cento (de 1,0 a 78 por cento ) a media entre os sobreviventes e 52,6 por cento (de 17,0 a 100,0 por cento ) entre os nao sobreviventes. Somente 111 (24 por cento ) dos pacientes internados possuiam menos de l O por cento da superficie corporal atingida. A media de hospitalizacao foi 23,4 dias e eletricidade foi o agente etiologico responsavel pela maior media, com 33,4 dias. 279 (67 por cento ) pacientes sobreviventes foram submetidos a intervencoes cirurgicas, com media de 3,2 procedimentos por paciente. Observou-se 46 (9,9 por cento ) obitos entre os pacientes internados, sendo 31 (67,4 por cento )...(au)
Assunto Queimaduras/etiologia
Queimaduras/epidemiologia
Queimaduras
Idioma Português
Data 1999
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1999. 64 p. tab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 64 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16106

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)