Síndrome mascarada como primeira manifestação de adenocarcinoma pulmonar: relato de caso e revisão de literatura

Síndrome mascarada como primeira manifestação de adenocarcinoma pulmonar: relato de caso e revisão de literatura

Título alternativo Masquerade syndrome as the first manifestation of lung adenocarcinoma: case report
Autor Farias, Charles Costa De Google Scholar
Garcia, Claudio Renato Google Scholar
Muccioli, Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To describe a case of masquerade syndrome as the first manifestation of lung adenocarcinoma. METHODS: A 57- year-old female was referred with a 6-month history of blurred vision in her right eye. She was treated for relapsing uveitis but signs and symptons remained despite treatment with topical steroids. On physical examination she had conjuctival hyperemia, moderate cilliary injection and choroidal peripapillary lesion. Ancillary examinations were requested. RESULTS: A lung adenocacirnoma was diagnosed as the primary lesion. The choroidal peripapillary lesion in her right eye was consistent with the appearance of a choroidal metastatic lesion. CONCLUSIONS: The incidence of uveal metastasis ranges from 0.7 to 12% in patients with pulmonary tumors. Treatment depends on characteristics such as size of the lesion, number of metastases, visual acuity, bilaterality and the patient´s general health. As confirmed by this case, ocular involvement may be the first clinical manifestation of lung adenocarcinoma.

OBJETIVO: Os autores relatam um caso de paciente com síndrome mascarada como primeira manifestação de adenocarcinoma pulmonar. MÉTODOS: Paciente de 57 anos com história clínica de embaçamento visual unilateral (olho direito) de seis meses de evolução e diagnóstico inicial de uveíte recidivante com tratamento à base de corticóide tópico. Referida por permanência dos sintomas mesmo com tratamento. Ao exame ocular apresentava hiperemia conjuntival com injeção ciliar moderada e lesão peripapilar na coróide. Solicitados os exames complementares. RESULTADOS: A paciente foi diagnosticada com adenocarcinoma pulmonar (lesão primária). As alterações em fundo de olho foram sugestivas de lesões metastáticas na coróide. CONCLUSÕES: A incidência das metástases uveais varia de 0,7 a 12% dos pacientes com tumores pulmonares. O tratamento depende de características como tamanho da lesão, número de metástases, acuidade visual, bilateralidade e estado geral do paciente. O envolvimento ocular pode ser a primeira manifestação clínica de adenocarcinoma pulmonar, conforme observado neste caso.
Palavra-chave Lung neoplasms
Adenocarcinoma
Choroid neoplasms
Neoplasm metastasis
Case report
Uveíte
Neoplasias pulmonares
Adenocarcinoma
Neoplasias da coróide
Metástase neoplásica
Relato de caso
Idioma Português
Data de publicação 2003-01-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 66, n. 2, p. 231-234, 2003.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 231-234
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492003000200022
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492003000200022 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1603

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492003000200022.pdf
Tamanho: 174.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta