Conduta expectante na gravidez tubária íntegra

Conduta expectante na gravidez tubária íntegra

Título alternativo Expectant condut in the pregnancy would tubal integrates
Autor Han, Kyung Koo Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Camano, Luiz Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Foi realizado estudo prospectivo em 70 pacientes com diagnostico de gravidez tubaria integra, onde se optou pela conduta expectante. Os principais criterios de inclusao desta conduta foram o diametro transversal da massa tubaria igual ou inferior a 5,0 cm, titulos de beta-hCG (fracao beta do horrnonio gonadotropico corionico) em declinio de pelo menos de 2 por cento num intervalo de 48 horas, estabilidade hemodinamica, desejo de gravidez futura e consentimento escrito para participar do estudo. Todas as pacientes foram observadas em regime de internacao hospitalar e, no momento, da admissao foram divididas em dois grupos : as que apresentaram beta-hCG inicial acima ou igual a 5000 mUI/ml e as que mostraram beta-hCG abaixo de 5OOOmUl/ml Esta divisao foi feita para particularizar a conduta, pois no grupo com beta-hCG < 5.OOOmUI/ml , quando ocorreu a queda dos titulos de beta-hCG acima de 2 por cento , apurados em 48 horas apos a intemacao, as pacientes receberam alta hospitalar e seguimento ambulatorial, com dosagens semanais de beta-hCG ate niveis inferiores a 5 mUl/ml. Nos casos com beta-hCG> 5.000 mUl/ml , foram realizadas tres dosagens no 1º, 3º e 5º dia, as altas so foram dadas apos a terceira dosagem dos titulos em declinio, realizada no quinto dia da intemacao e quando os niveis de beta-hCG atingiram valores inferiores a 5 mUI/ml, consideramos como sucesso. Das 70 pacientes submetidas a conduta expectante, apenas uma precisou de intervencao cirurgica, pois houve ruptura tubaria. Os valores iniciais dos titulos de betahCG das pacientes variaram de 27mUI/ml a 4lOOOmUI/ml. A media do diametro da massa tubaria foi 2,9cm A presenca do liquido livre na cavidade peritoneal foi observada em 50 pacientes, sendo pequena em 26, moderada em 16 e acentuada em 8 casos. O aspecto ultra-sonografico de hematossalpinge ocorreu em 58 pacientes e o anel tubario em 12. Ao Doppler colorido, 52 apresentaram baixo risco e 18 medio risco. Concluimos que a conduta expectante deve ser empregada com seguranca nos casos que respeitarem os criterios de inclusao, sendo o indice de sucesso deste trabalho 98,6 por cento
Palavra-chave Gravidez ectópica
Ultrassonografia
Idioma Português
Data de publicação 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 116 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 116 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15956

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta