Ultra-sonometria ossea de calcaneo em mulheres caucasoides brasileiras: dados normativos

Ultra-sonometria ossea de calcaneo em mulheres caucasoides brasileiras: dados normativos

Título alternativo Quantitative ultrasound of the heel in caucasian Brazilian women: normative data
Autor Castro, Charlles Heldan de Moura Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Szejnfeld, Vera Lucia Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A Ultra-Sonometria ossea (USO) tem sido proposta como uma tecnica reprodutivel para a avaliacao da fragilidade ossea, apresentando validade na predicao de fraturas relacionadas a osteoporose. Por outro lado, a literatura enfatiza a necessidade de utilizar dados normativos regionais para o metodo, considerando existir diferencas etnicas nos seus parametros. O presente estudo objetivou estabelecer a curva de normalidade da USO de calcaneo numa amostra de mulheres caucasoides brasileiras, avaliando a precisao do metodo, bem como, as correlacoes da USO com idade, parametros antropometricos e tempo de menopausa. Uma comparacao com os valores normativos fornecidos pelo fabricante do equipamento (extraidos de uma populacao norte-americana) foi tambem realizada. O aparelho Achilles+ (Lunar, Madison, WI) foi utilizado para medir tres parametros da USO (coeficiente de atenuacao do som - BUA, velocidade do som - SOS e indice Stiffness - S) no calcaneo direito de 352 mulheres brasileiras caucasoides saudaveis com idades entre 20 e 84 anos. As medias e desvios-padrao do indice S foram derivados para grupos etarios de 5 anos entre os 20 e 84 anos de idade. Todos os parametros da USO mostraram distribuicao normal na amostra avaliada. Os erros de precisao da USO expressos em Coeficiente de Variacao por cento e CV por cento padronizado foram 1,01 por cento e 2,39 por cento para BUA, O,23 por cento e 2,56 por cento para SOS e 1,25 por cento e 1,89 por cento para S. Correlacao significativa foi observada entre os valores da USO e idade, medidas antropometricas e tempo de menopausa. Entretanto, atraves da analise de regressao linear multivariada, apenas a idade foi significante e negativamente relacionada a todos os parametros da USO (r = O,49 para BUA; r = - O,66 para SOS; r = - O,64 para S). O peso foi aceito como segundo fator determinante de BUA (modelo final de regressao: BUA = 101,3 - O,282 x Idade + O,373 x Peso; p<O,OOl , R2ajustado = O,33). O IMC foi aceito como segundo fator determinante para o indice S (modelo final: S = 94,8 O,595 x Idade +O,851 x IMC; p<O,OOl)- R 2 ajustado = O,44). A altura e o tempo de menopausa foram aceitos como segundo e terceiro fatores, respectivamente, para SOS (modelo final- SOS 1718,7 -l,l47 x Idade 69,863 x Altura - O,521 x Tempo de menopausa; p<O,OOl; R 2 ajustado -- O,45). Houveram declinios de 16,01 por cento nos valores de BUA...(au)
Palavra-chave Osteoporose/diagnóstico
Calcâneo/cirurgia
Padrões de Referência
Mulheres
Idioma Português
Data de publicação 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 107 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 107 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15953

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta