Estudo comparativo da expressão do gene da resistência a múltiplas drogas (MDR1), da expressão e da função da glicoproteína-P em linfócitos de indivíduos normais e em portadores de leucemia mielóide aguda e leucemia mielóide crônica agudizada

Estudo comparativo da expressão do gene da resistência a múltiplas drogas (MDR1), da expressão e da função da glicoproteína-P em linfócitos de indivíduos normais e em portadores de leucemia mielóide aguda e leucemia mielóide crônica agudizada

Título alternativo Comparative study of multidrug resistence gene (MDR1) expression and expression and function of glycoprotein-P in normal lymphocytes and in acute myeloid and blastic crisis of cronic myeloid leukemias
Autor Hadler, Maria Beatriz Nobrega Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Um dos mais importantes mecanismos de resistencia ao tratamento quimioterapico e o associado a expressao do gene de resistencia a multiplas drogas (MDR1} e de seu produto, a glicoproteina-P (gp-P). Esta proteina de transporte da membrana celular protege as celulas alvo atraves do efluxo dos agentes citotoxicos ministrados. A expressao do fenotipo de MDR e, por si, fator de pior prognostico nas LMA. A grande variabilidade na frequencia de resultados positivos observada na literatura (20 por cento a 80 por cento ), entretanto, demonstra a necessidade de padronizacao das tecnicas envolvidas na analise deste fenotipo. A identificacao, em trabalhos anteriores, de casos onde a expressao e a funcao da gp-P foram discordantes e a observacao de que o efluxo da gp-P pode ser inibido por certas substancias utilizadas na clinica, evidenciaram a necessidade de associar a avaliacao do fenotipo, a analise funcional da gp-P. No presente estudo avaliamos comparativamente os tres niveis de expressao do fenotipo MDR em 19 portadores de LMA (l3 de novo, 3 em recidiva, 2 LMC agudizadas, l secundaria a sindorme mielodispiasica), utilizando, como controle, linfocitos do sangue periferico de individuos normais e celulas das linhagens CCRF-CEM e CEM/VLB atraves dos ensaios: (a) de expressao do gene MDR1 pela RT-PCR, (b) de expressao da gp-P com anticorpo monoclonal especifico (MRKl6) e (c) de funcao da gp-P atraves do efiuxo de corante fluorescente - rhodamina 123 (rh l 23) - e inibicao deste efluxo com verapamil . Obtivemos amplificacao do gene em todas as amostras. A expressao do MDR1 mais alta (>30 por cento ) foi observada em todos os linfocitos normais e em 47 por cento dos pacientes. Nas leucemias, esta expressao genica mais alta se correlacionou com a leucometria elevada (p=O,O3). Na avaliacao da expressao e da funcao da gp-P, o teste estatistico de Kolmogorov-Smirnov (valor D) permitiu distinguir melhor as amostras com baixa porcentagem de celulas positivas. A expressao da gp-P esteve presente em todos os linfocitos normais e em 84 por cento dos pacientes. A avaliacao da atividade funcional da gp-P em celulas blasticas previamente caracterizadas quanto aos mercadores de linhagem e a marcacao com MRKl6 permitiu identificar precisamente o efluxo nestas celulas. Observamos aumento da atividade funcional da gp-P e efluxo de rhl23 inibido pelo verapamil em todas as amostras de linfocitos. Nas leucemias, as amostras positivas foram 89 por cento...(au)
Palavra-chave Resistência a múltiplos medicamentos
Glicoproteína P
Biologia molecular
Citometria de fluxo
Leucemia mielóide aguda
Linfócitos
Idioma Português
Data de publicação 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 136 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 136 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15944

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta