Solucao hipertonica-hiperoncotica com acetato de sodio no choque hemorragico

Solucao hipertonica-hiperoncotica com acetato de sodio no choque hemorragico

Título alternativo Hypertonic-hyperoncotic soluction with sodium acetate in the hemorrhagic shock
Autor Castro, Aldemar Araujo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Contexto: Desde o surgimento das solucoes hipertonicas-hiperoncoticas para o tratamento do choque hemorragico, diversas solucoes tem sido empregadas, entre elas, algumas com acetato de sodio. Este tem como principal caracteristica sua acao vasodilatadora, permitindo uma reanimacao com alto fluxo e baixa pressao. Objetivo: Avaliar a solucao hipertonica-hiperoncotica com acetato de sodio no tratamento do choque hemorragico nao controlado em caes anestesiados. A hipotese testada foi que esta solucao seria melhor que outra solucao sem acetato e que a solucao isotonica. Tipo de estudo: Ensaio clinico aleatorio, duplo-cego, em animais de experimentacao. Local: Laboratorio de Pneumologia Experimental da Disciplina de Pneumologia do Departamento de Medicina da Universidade Federal de São Paulo / Escola Paulista de Medicina. Animal de experimentacao: 24 caes mesticos, adultos, machos, peso e idade semelhantes. Modelo experimental. Com os animais anestesiados foi reproduzido o modelo de choque hemorragico nao controlado (Prist et al., 1992), em que o volume de sangue a ser retirado varia com a pressao arterial media do minuto anterior, que simula uma sangria arterial nao controlada. Procedimentos. a) anestesia; b) celiotomia: esplenectomia, posicionamneto das linhas arteriais e venosa, e da sonda do fluxometro; c) estabilizacao por 30 minutos,- d) sangria: ate o obito do animal, ao completar 40 ml/kg de perda de sangue sao alocados para os grupos. e) necropsia: avaliacao da posicao da linhas arteriais, venosas e transdutor. Grupos experimentais: Grupo IS4 - Animal tratado com 4 ml/kg de NaCl O,9 por cento ; Grupo IS32 Animal tratado com 32 ml/kg de solucao de NaCl, 308 mOsmol/l; Grupo HSD - Animal tratado com 4 ml/kg de cloreto de sodio a 7,5 por cento + dextrano 706 por cento , 2.400 mOsmol/l; Grupo HAD Animal tratado com 4 ml/kg de acetato de sodio a 7,9 por cento + NaCl a 1,9 por cento + dextrano 70 6 por cento , 2.400 mosmoill. Variaveis estudadas.- Tempo de sobrevida, volume de sangue retirado, indice cardiaco, consumo de oxigenio sistemico, diferenca arterio-venosa de oxigenio mesenterico. Resultados: Tempo de sobrevida foi semelhantes entre os grupos. O volume de sangue retirado houve diferenca apenas entre os grupos HAD e lS4, sendo maior no primeiro. O indice cardiaco foi maior no grupo HAD em relacao ao lS4 e do lS32 comparado com o lS4. O consumo de oxigenio foi semelhante entre os grupos...(au)
Palavra-chave Soluções Hipertônicas
Choque Hemorrágico
Fluxo Sanguíneo Regional
Acetato de Sódio
Consumo de Oxigênio
Mortalidade
Idioma Português
Data de publicação 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 51 p. tab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 51 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15939

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta