Avaliacao da maturidade pulmonar fetal atraves da polarizacao fluorescente e da espectrofotometria do liquido amniotico

Avaliacao da maturidade pulmonar fetal atraves da polarizacao fluorescente e da espectrofotometria do liquido amniotico

Título alternativo Fluorescence polarization assay and optical density of amniotic fluid evaluating fetal lung matutity
Autor Stefano, Tadeu Gantus Simao Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Verificar a acuracia(A), sensibilidade(S), especificidade(E), valores preditivos positivo(VPP) e negativo(VPN) da Polarizacao Fluorescente(TDx-FLM) e da Espectrofotometria(DO650) do liquido amniotico em relacao a ocorrencia de Sindrome de desconforto respiratorio neonatal (SDR). Casulstica e Metodos: Trata-se de estudo prospectivo realizado em 54 gravidas internadas no Hospital e Maternidade Sao Luiz e no Hospital São Paulo da Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, entre novembro de 1996 e julho de 1998. Em todos os casos o parto ocorreu em ate 72hs apos a coleta do liquido amniotico, nao contaminado por sangue ou meconio. Os testes foram analisados na amostragem global e em tres diferentes faixas de idade gestacional. O resultado negativo (indicador de maturidade fetal), do TDX-FLM foi considerado para valores maiores ou iguais a 50 mg/g e para a Espectrofotometria maior ou igual a O,15. Foram elaboradas curvas ROC para apurar os melhores pontos de corte para ambos os testes. Resultados: A densidade otica revelou maiores sensibilidade e valor preditivo negativo que a Polarizacao Fluoresecente, embora o TDX tenha apresentado maior especificidade e um desempenho mais equilibrado (acuracia de 82 por cento , sensibilidade de 86 por cento , especificidade de 81 por cento , VPP de 60 por cento e VPN de 94 por cento ). A DO65O obteve acuracia de 78 por cento , nenhum falso negativo ( S e VPN de lOO por cento ) e 29 por cento de falso positivo (E = 71 por cento , VPP = 54 por cento ). Neste estudo o melhor ponto de corte para a DO 650 foi 0.11 (S = 92 por cento e E=80 por cento ) e para o TDX de 50 mglg (S=85 por cento e E=81 por cento ). Conclusoes: Os dois testes avaliaram de forma adequada a maturidade pulmonar fetal, apresentando resultados similares entre si. Ja que a realizacao rotineira da Polarizacao Fluorescente representa maior custo financeiro para a instituicao, considerou-se que a Espectrofotometria deva constituir o primeiro teste a ser realizado, em funcao de seu baixo custo, simplicidade, rapidez de resultados e alta reprodutibilidade
Palavra-chave Maturidade dos Órgãos Fetais
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido
Polarização de Fluorescência
Espectrofotometria
Amniocentese
Idioma Português
Data de publicação 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 82 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 82 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15934

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta