Determinacao dos melhores indices de resposta local no tratamento do melanoma maligno da uvea por braquiterapia com cobalto 60

Determinacao dos melhores indices de resposta local no tratamento do melanoma maligno da uvea por braquiterapia com cobalto 60

Título alternativo Determination of the best index of local response in the treatment of the malignant melanoma of uvea for brachytherapy with cobalt 60
Autor Chojniak, Martha Motono Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O melanoma da uvea e o tumor intra-ocular primario mais frequente, com origem nos melanocitos uveais derivados da crista neural. A incidencia estimada e de seis novos casos/milhao/ano. Acomete preferencialmente individuos acima dos 50 anos de idade e da raca branca, sendo raro nas racas negra e oriental. E essencialmente unifocal e unilateral. Pode acometer qualquer porcao da uvea, sendo o da coroide posterior o mais comum; exibe grande variedade de padroes de crescimento e pigmentacao, estando os sintomas e sinais clinicos na dependencia do tamanho e localizacao da lesao, assim como de seu efeito as estruturas oculares adjacentes. O nevus, a melanocitose ocular congenita, a sindrome do nevus displastico e a neurofibromatose sao considerados lesoes predisponentes ao melanoma uveal; outros fatores de risco questionados sao: gravidez e cor clara da iris. A doenca metastatica em portadores de melanoma da uvea e a causa de obito, observada em aproximadamente 30 por cento dos casos, que ocorreram na maioria, dois a cinco anos apos o diagnostico e/ou tratamento. A via de disseminacao e a hematogenica, sendo o figado o orgao mais frequentemente acometido, seguido pelo pulmao. Fatores clinicos que reconhecidamente afetam o prognostico sistemico sao: idade, tamanho e localizacao da lesao, tipo celular, ploidia, atividade mitotica, padrao microcirculatorio, monossomia do cromossomo 3 e presenca de extensao extra-ocular. O melhor metodo terapeutica para o tratamento do melanoma da uvea ainda nao esta estabelecido. Dentre as diferentes opcoes terapeuticas temos: observacao periodica, fotocoagulacao, radioterapia, incluindo a braquiterapia ou radioterapia por feixe externo de particulas carregadas, resseccao cirurgica localizada, enucleacao e exenteracao. O principal fator determinante do tipo de tratamento a ser utilizado e o tamanho da lesao tumoral. A braquiterapia representa um tipo de radioterapia de contato, que utiliza aplicadores radioativos na forma de placas episclerais; esta indicada para o tratamento de melanomas medios e alguns tumores grandes, possibilitando conservacao do globo ocular, muitas vezes com preservacao da visao. Este trabalho objetivou analisar epidemiologicamente e clinicamente uma amostra brasileira de portadores de melanoma maligno da uvea, alem de avaliar a eventual relacao apresentada entre as diferentes variaveis epidemiologias, clinicas e proprias do metodo braquiterapico utilizado para com os melhores indices...(au)
Palavra-chave Melanoma
Neoplasias Uveais
Braquiterapia
Idioma Português
Data de publicação 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 151 p. tab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 151 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15931

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta