Avaliação in vitro, no palato de rã, na traqueia bovina e na máquina simuladora de tosse, do transporte do escarro de pacientes portadores de DPOC, em uso de ambroxol, acetilcisteína e ciprofloxacina

Avaliação in vitro, no palato de rã, na traqueia bovina e na máquina simuladora de tosse, do transporte do escarro de pacientes portadores de DPOC, em uso de ambroxol, acetilcisteína e ciprofloxacina

Título alternativo In vitro assessment, on the frog palate, on the bovine trachea and on a simulated cough machine, of the sputum transport of COPD patients in use of ambroxol, acetylcisteine and ciprofloxacin
Autor Oliveira, Julio Cesar Abreu de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Jardim, José Roberto de Britto Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O transporte do escarro colhido por expectoracao direta de oito pacientes com doenca pulmonar obstrutiva cronica (DPOC) foi estudado atraves da determinacao da transportabilidade ciliar no palato de ra e na traqueia bovina e da transportabilidade por tosse na maquina simuladora de tosse. Os pacientes foram acompanhados por um periodo de nove semanas, com intervalos sem e com uso de drogas, sendo o escarro colhido as oito e onze horas da manha, no primeiro dia de cada semana avaliada. As drogas estudadas foram o ambroxoi, a acetilcisteina e a ciprofloxacina. Nos periodos sem droga, foi feita uma avaliacao da reprodutibilidade dos metodos utilizados neste estudo e uma comparacao entre a avaliacao da transportabilidade ciliar no palato de ra e na traqueia bovina. Os efeitos das drogas estudadas foram comparados, com relacao a transportabilidade ciliar e a transportabilidade por tosse, em tres tempos: agudo, cronico e reforco. Os resultados mostraram que: a) houve reprodutibilidade dos metodos estudados quando avaliados os periodos sem uso de droga; b) houve uma diferenca significante entre a transportabilidade ciliar no palato de ra e na traqueia bovina; c) a avaliacao da transportabilidade ciliar apresentou uma menor variabilidade no palato de ra do que na traqueia bovina; d) o ambroxol nao alterou o transporte do muco em nenhum dos tempos do estudo; e) a acetiicisteina determinou uma diminuicao da transportabilidade do escarro no palato de ra quando estudado o efeito reforco; @ a ciprofloxacina determinou um aumento da transportabiiidade ciliar do escarro no palato de ra e na traqueia bovina, quando estudados os efeitos agudo e reforco. Portanto, concluiu-se que, em pacientes com DPOC: a) os metodos escolhidos, por serem reprodutiveis quando sem uso de drogas, se prestam ao estudo da acao de drogas sobre o transporte do muco; b) a transportabilidade ciliar e menor na traqueia bovina do que no palato de ra, c) a avaliacao da transportabilidade ciliar foi mais homogenea no palato de ra do que na traqueia bovina; d) o ambroxol nao alterou o transporte do escarro; e) a acetilcisteina diminuiu a transportabilidade ciliar no palato de ra quando do estudo do efeito agudo; @ a ciprofloxacina aumentou a transportabilidade ciiiar no palato de ra e na traqueia bovina quando do estudo dos efeitos agudo e reforco; g) a avaliacao da transportabilidade ciliar no palato de ra detectou alteracoes induzidas por drogas, tanto no sentido de aumento quanto de...(au)
Palavra-chave Depuração mucociliar
Pneumopatias obstrutivas
Ambroxol
Acetilcisteína
Ciprofloxacino
Idioma Português
Data de publicação 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 109 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 109 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15800

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta