Tumefacao cerebral difusa

Alternative title Diffuse cerebral swelling
Author Melo, Carlos Vinicius Mota de Autor UNIFESP Google Scholar
Abstract A tumefacao cerebral difusa decorre do aumento do volume cerebral provocado por aumento do fluxo sanguineo. Os fatores mais provaveis que poderiam levar a esta condicao, seriam alteracoes primarias ao nivel dos centros vasomotores situados no tronco encefalico ou alteracoes diretas ao nivel da microcirculacao cerebral. Os achados neurorradiologicos mais comuns nesta patologia sao diminuicao do volume dos ventriculos laterais e compressao de cisternas perimesencefalicas. Foi estudado um grupo de 42 pacientes em um protocolo que estabelecia o tratamento intensivo da hipertensao intracraniana quando a mesma foi detectada. A media de idade da serie foi de 23,33 anos e 79 por cento dos pacientes eram do sexo masculino. O fator causal mais importante do traumatismo craniano foram os acidentes automobilisticos, responsaveis por 86 por cento dos casos. A maioria dos pacientes foi classificada como portadora de traumatismo craniano grave pela Escala de Coma de Glasgow (Glasgow £ 8) com 52,38 por cento dos casos. Os achados clinicos mais importantes a admissao foram as alteracoes do nivel de consCiência (83 por cento dos casos). Os achados radiologicos mais frequentemente associados a tumefacao cerebral difusa foram a hemorragia meningea traumatica (25,53 por cento ) e as contusoes cerebrais (21,28 por cento ). Uma porcentagem significativa dos pacientes com escores na escala de coma de Giasgow (ECG) de admissao menores do que 8, apresentou elevacoes da pressao intracraniana (50 por cento dos casos). Extracoes cerebrais de oxigenio baixas, indicativas de hiperemia, foram obtidas em 45 por cento dos casos com ECG menor do que 8. Os pacientes foram analisados na escala de prognostico de Glasgow com resultados bons e regulares em 61 por cento dos casos. Ocorreram 12 por cento de obitos nesta serie. A hiperemia cerebral incidiu principalmente nos pacientes mais jovens, e os fatores determinantes para o prognostico foram o escore obtido na escala de Coma de Glasgow de admissao (ordem direta) e os valores medios de pressao intracraniana (ordem inversa)
Keywords Edema Encefálico
Hiperemia
Traumatismos Encefálicos/fisiopatologia
Language Portuguese
Date 1998
Published in São Paulo: [s.n.], 1998. 88 p.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 88 p.
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15761

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account