Endometriose experimental em ratas: efeitos da reposição estrogênica isolada e associada a progestagênio após castração

Endometriose experimental em ratas: efeitos da reposição estrogênica isolada e associada a progestagênio após castração

Título alternativo Experimental endometriosis in rats: effects of estrogen replacement alone and associated with progesterone after castration
Autor Schor, Eduardo Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Baracat, Edmund Chada Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O comportamento de implantes ectopicos de endometrio, frente a reposicao hormonal apos a menopausa e controverso. Alguns autores advogam o uso de progestagenio, outros nao encontram associacao entre o uso de estrogenio isolado e a reativacao ou mesmo a transformacao maligna de focos de endometriose. Estudos controlados de endometriose na especie humana encontram alguns obstaculos, visto que esta e uma afeccao de diagnostico cirurgico. Com o objetivo de estudar melhor esta associacao utilizamos modelo animal, ratas adultas castradas, na tentativa de avaliarmos a resposta de implantes de endometrio a estrogenioterapia isolada ou combinada ao acetato de medroxiprogesterona. Os animais foram divididos em tres grupos, sendo que o primeiro recebeu medicacao placebo, o segundo estrogenios conjugados equinos e o ultimo estrogenio equinos conjugados associados ao acetato de medroxiprogesterona. Apos 24 dias de medicacao, o que equivale a seis ciclos estrais da rata, os animais foram sacrificados e os fragmentos de endometriose medidos e submetidos a analise histologica. O grupo I (placebo) apresentou diminuicao do tamanho do implante, bem como nao mostrou elementos glandulares a microscopia, demonstrando que o hipoestrogenismo promoveu atrofia dos implantes ectopicos de endometrio. O grupo II (estrogenios conjugados equinos) apresentou reativacao dos implantes de endometrio. Observou-se a presenca de estroma endometrial e de glandulas. Os implantes foram significativamente maiores do que os do grupo I e III. O grupo III (estrogenios conjugados equinos e acetato de medroxiprogesterona) mostrou diminuicao do tamanho dos implantes. Microscopicamente observaram-se alteracoes secretorias no epitelio glandular, o que sugere um processo involutivo da doenca. Acreditamos, frente a estes resultados, que quando houver antecedentes de endometriose deve-se utilizar a reposicao estroprogestativa
Palavra-chave Endometriose
Castração
Estrogênios
Progesterona
Idioma Português
Data de publicação 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 73 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 73 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15739

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta