A transição estudante-fonoaudiológico: estudo qualitativo sobre a vivência dos primeiros atendimentos

A transição estudante-fonoaudiológico: estudo qualitativo sobre a vivência dos primeiros atendimentos

Título alternativo The transition from student to professional: a qualitative study of the emotional experience of the initial attendances in Speech-Language Pathology and Audiology
Autor Nogueira-Martins, Maria Cezira Fantini Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Borges, Alda Christina Lopes de Carvalho Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Este trabalho e um estudo qualitativo realizado com alunos do quarto ano do curso de Fonoaudiologia da Universidade Federal de São Paulo sobre a vivencia de seus primeiros atendimentos e sobre o processo de transicao estudante-profissional. O instrumento utilizado foi a entrevista semi-estruturada. Foram entrevistados 29 alunos que estavam terminando o curso em 1997. A analise dos dados contou com o auxilio de um sistema informatizado (NUD.IST), que permitiu o agrupamento dos dados em categorias e sub-categorias. Foram destacados aspectos psicologicos relacionados aos seguintes temas: a escolha pelo curso de Fonoaudiologia, o periodo de observacao do terceiro ano do curso, os atendimentos do quarto ano, a estrutura de ensino, o ambiente de aprendizagem e a escolha de area de especializacao. Os atendimentos considerados estressantes se referiram a alguns tipos de patologia (autismo, defiCiência auditiva profunda em bebes, defiCiência mental e outras) e, especialmente, a algumas situacoes complexas relacionadas ao atendimento (problema da familia do paciente, condicoes de encaminhamento, dificuldades de diagnostico e outros). Os atendimentos considerados gratificantes envolveram: a sensacao de ter vencido um desafio, o progresso do paciente, reconhecimento e gratidao por parte do paciente. O ambiente de aprendizagem se caracterizou por excesso de cobranca e escassez de incentivo; o suporte emocional foi considerado insuficiente; as relacoes entre colegas foram permeadas pela competicao. Os alunos fizeram um balanco positivo da experiencia do curso, no que diz respeito ao conteudo teorico e as tecnicas aprendidas, sentindo-se satisfeitos com a carreira escolhida e bem preparados para a vida profissional. O estudo revelou a necessidade de atencao aos aspectos emocionais ligados a assistencia e ao processo de ensino, para a construcao de um ambiente de aprendizagem psicologicamente acolhedor e receptivo
Palavra-chave Psicologia
Aprendizagem
Relações profissional-paciente
Idioma Português
Data de publicação 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 165 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 165 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15737

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta