Ativação da proteína TGFbetaI latente em pulmão irradiado in vivo

Ativação da proteína TGFbetaI latente em pulmão irradiado in vivo

Título alternativo Latent TGFbeta1 activation in the lung irradiated in vivo
Autor Mattos, Marcos Duarte Autor UNIFESP Google Scholar
Kimura, Edna Teruko Autor UNIFESP Google Scholar
Silva, Maria Regina Régis Autor UNIFESP Google Scholar
Egami, Mizue Imoto Autor UNIFESP Google Scholar
Segreto, Roberto Araujo Autor UNIFESP Google Scholar
Segreto, Helena Regina Comodo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: assess the latent and active TGFb1 localization in the lung, whether or not radiation induces latent TGFbeta1 activation, and the distribution of collagen fibers in the irradiated lung. METHODS: Thirty two C57BL mice were randomly assigned in two groups: GI (non irradiated animals) and GII (irradiated animals). The mice from GII received a single whole ¾ body radiation dose of 7Gy, using a 60Co source at a dose rate of 0.97 Gy/min. They were sacrificed by cervical dislocation at 1, 14, 30 and 90 days after radiation. RESULTS: The irradiated lungs showed: 1) vascular congestion and thickness of the alveolar septa 30 days and more intense 90 days after irradiation; 2) significant increase of collagen deposition in all time periods after irradiation; 3) weak latent TGFbeta1 activation 1 day and strong activation 14 days after irradiation in the bronchi and alveoli. Our results suggest that some bronchial and alveolar cells may have a role in the complex process of radiation-induced lung fibrosis acting as cellular sources of active TGFbeta.

OBJETIVO: Investigar no pulmão, por imunohistoquímica, a localização das proteínas TGFbeta1 latente e TGFbeta1 ativa, se ocorre ativação radioinduzida da proteína TGFbeta1 latente e a distribuição das fibras colágenas em diversos períodos de tempo após irradiação. MÉTODOS: 32 camundongos isogênicos (C57BL) foram divididos em dois grupos: GI (não irradiado) com 12 animais e GII (irradiado) com 20 animais. Os animais do GII receberam radiação gama (telecobaltoterapia, 60Co, com rendimento de 0,97Gy/min, dose única de 7Gy em corpo inteiro). Os camundongos dos grupos I e II foram sacrificados por estiramento cervical nos períodos de 1, 14, 30 e 90 dias após irradiação. RESULTADOS: Os pulmões irradiados apresentaram: 1) congestão vascular e espessamento dos septos alveolares aos 30 dias e mais intensamente aos 90 dias depois da irradiação; 2) aumento significante da deposição de colágeno em todos os períodos de tempo após irradiação; 3) fraca ativação da proteína TGFbeta1 latente em um dia e intensa aos 14 dias depois da irradiação em brônquios e alvéolos. Nossos resultados sugerem que células dos brônquios e alvéolos podem participar do complexo mecanismo de fibrose pulmonar radioinduzida atuando como fontes da proteína TGFbeta1 ativa.
Palavra-chave Ionizing radiation
Lung fibrosis
Transforming growth factor b (TGFbeta)
Radiação ionizante
Fibrose pulmonar
Fator beta de transformação do crescimento (TGFbeta)
Idioma Português
Data de publicação 2002-12-01
Publicado em Revista da Associação Médica Brasileira. Associação Médica Brasileira, v. 48, n. 4, p. 329-334, 2002.
ISSN 0104-4230 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Médica Brasileira
Extensão 329-334
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302002000400039
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0104-42302002000400039 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1565

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-42302002000400039.pdf
Tamanho: 236.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta