Frentes de ondas (wavefronts) e limites da visão humana Parte 2: aplicações

Frentes de ondas (wavefronts) e limites da visão humana Parte 2: aplicações

Título alternativo Wavefronts and the limits of human vision Part 2: applications
Autor Jankov, Mirko Autor UNIFESP Google Scholar
Mrochen, Michael Google Scholar
Schor, Paulo Autor UNIFESP Google Scholar
Chamon, Wallace Autor UNIFESP Google Scholar
Seiler, Theo Google Scholar
Instituição UniversitätsSpital Zürich
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Instituto de Física Aplicada
Resumo The mean values for all the Zernike coefficients are approximately zero, while the individual variability is very high, what means that humans as a species in general have a very good optical system, though individually imperfect. Some temporal instability of higher-order aberrations, whose largest source is accommodation has been described. There arises a new question: will the correction of all the aberrations for the non-accommodated state of the eye be as beneficial for the near sight also? It is possible to modify and decrease the optical aberrations by a process of photo-ablation carried out by a scanning spot LASER with the wavefront data serving as a basis for the customized ablation profile. Perfect alignment of the LASER beam on the eye by means of high frequency eye trackers is fundamental. The theoretical visual benefit by correcting the higher order aberrations is up to 12 times. The main goal of the wavefront-guided treatments is not to allow the decrease in visual acuity after refractive surgical treatments, as may occur nowadays with the traditional LASER treatments; the next step would be treatments aiming at the improvement of visual acuity, as well as the treatments of highly irregular corneas (primary irregular, small or decentered ablations, central islands or irregularities after corneal transplantation). Understanding the new terminology and the bases of the new technological evolution, together with the continuous and critical follow-up of the new results in the literature, is the key of success of the modern approach to the problems related to refraction and refractive surgery.

Os valores médios de todos os coeficientes de Zernike são de aproximadamente zero, ao passo que a variabilidade individual é muito grande, o que significa que os seres humanos, como espécie em geral, têm sistema óptico muito bom, mas individualmente imperfeito. Certa instabilidade temporal das aberrações de alta ordem foi descrita em função da acomodação. Este fato leva a uma nova pergunta: a correção de todas as aberrações para visão em estado não acomodado será benéfica para visão de perto também? É possível modificar e diminuir as aberrações ópticas por meio de foto-ablação por scanning spot LASER tendo os dados das frentes de ondas como a base para perfil de ablação individualizado. É fundamental a fixação perfeita do feixe de LASER em relação ao olho, obtida com os eye-trackers de alta freqüência. O benefício visual teórico da correção das aberrações de alta ordem seria de até 12 vezes. A meta principal dos tratamentos guiados pelas frentes de onda é de não permitir a piora da visão depois do tratamento cirúrgico refrativo, como pode ocorrer hoje em dia com os tratamentos tradicionais a LASER; em seguida, a meta se es-tenderia aos melhoramentos visuais, bem como ao tratamento dos casos de córneas extremamente irregulares (ablações primárias irregulares, pequenas ou descentradas, a presença das ilhas centrais ou irregularidades após transplante de córnea). O entendimento da terminologia e das bases da nova evolução tecnológica, bem como o constante acompanhamento crítico dos resultados publicados é fundamental para a abordagem moderna dos problemas relativos à refração e à cirurgia refrativa.
Palavra-chave Light
Corneal topography
Refractive errors
Visual acuity
Luz
Córnea
Topografia da córnea
Erros de refração
Acuidade visual
Idioma Português
Data de publicação 2002-12-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 65, n. 6, p. 685-690, 2002.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 685-690
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492002000600017
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492002000600017 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1562

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492002000600017.pdf
Tamanho: 1.768MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta