Falência primária pós-transplante de córnea em serviço universitário

Falência primária pós-transplante de córnea em serviço universitário

Título alternativo Primary corneal graft failure after penetrating keratoplasty in a university service
Autor Hirai, Flávio Eduardo Autor UNIFESP Google Scholar
Klatte, Stefan Google Scholar
Pacini, Keila Mattos Autor UNIFESP Google Scholar
Sato, Elcio Hideo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de Hamburgo Faculdade de Medicina
Associação Panamericana de Banco de Olhos
Resumo Purpose: To analyze the factors related to primary corneal graft failure after penetrating keratoplasty in the Corneal and External Diseases Section of the Federal University of São Paulo, Brazil. Methods: A retrospective study was performed using the charts of patients submitted to penetrating keratoplasty from July 1999 to March 2001. Cases of primary failure (group I) and patients submitted to the surgical procedure at the same period (group II) were selected and compared. Information collected from donors were age, cause of death, endothelial cell count, time between death and enucleation (T1), time between enucleation and preservation of the graft (T2) and time of tissue preservation until surgery (T3). Results: 164 patients were analyzed with 21 cases of primary failure (12.8%). The mean age of the donors of group I was 43.1 years (±22.0) and from group II was 47.9 years (±18.9). There was no statistical difference between the two groups considering the time intervals (T1, T2, T3). Causes of death included trauma, cancer and heart diseases. Conclusion: Differences in all analyzed factors were not significant between both groups. The difficulties in determining the causes of primary corneal graft failure suggests a multifactorial process involved in this problem. Well-trained Eye Bank staff and notifications about postoperative complications are important to decrease the primary failure incidence.

Objetivo: Analisar os possíveis fatores relacionados à falência primária pós-transplante de córnea no Setor de Doenças Externas Oculares e Córnea da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Métodos: Realizado estudo retrospectivo de 239 pacientes submetidos à ceratoplastia penetrante no período de julho de 1999 a março de 2001. Casos de falência primária foram selecionados (grupo I) e dados dos doadores foram comparados com doadores de pacientes submetidos ao procedimento cirúrgico no mesmo período (grupo II). Os dados sobre os doadores foram: idade, causa mortis, contagem de células endoteliais, tempo entre óbito e a enucleação (T1), tempo entre a enucleação e a preservação da córnea (T2) e o tempo de preservação do tecido até a cirurgia (T3). Resultados: Foram analisados dados de 164 pacientes, sendo 21 casos de falência primária (12,8%). A média de idade dos doadores do grupo I foi de 43,1 anos (±22,0) e no grupo II foi de 47,9 anos (±18,9). Não houve diferença estatística entre os diferentes intervalos de tempo (T1, T2, T3). As principais causas de morte foram trauma, câncer e doenças cardíacas. Conclusão: Os diversos fatores analisados no presente estudo não apresentaram diferenças estatisticamente significantes entre os dois grupos estudados. Dificuldades em determinar as causas exatas da falência primária de um botão corneano pós-transplante sugerem uma multifatoriedade envolvida na gênese desta entidade. O trabalho das equipes dos Bancos de Olhos e a notificação, por parte dos médicos, das complicações ocorridas no pós-operatório contribuem na diminuição da incidência das falências pós-transplante de córnea.
Palavra-chave Corneal transplantation
Eye banks
Corneal diseases
Tissue preservation
Transplante de córnea
Bancos de olhos
Doenças da córnea
Preservação de tecido
Idioma Português
Data de publicação 2002-12-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 65, n. 6, p. 655-657, 2002.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 655-657
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492002000600011
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492002000600011 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1560

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492002000600011.pdf
Tamanho: 139.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta