Adaptação, reprodutibilidade e validação do Osteoporosis Assessment Questionnaire na avaliação da qualidade de vida de pacientes com fraturas por osteoporose

Adaptação, reprodutibilidade e validação do Osteoporosis Assessment Questionnaire na avaliação da qualidade de vida de pacientes com fraturas por osteoporose

Autor Cantarelli, Fernanda Bernardini Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Szejnfeld, Vera Lúcia Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Ciências da Saúde Aplicadas à Reumatologia – São Paulo
Resumo As fraturas sao as mais importantes consequencias da osteoporose que afetam a qualidade de vida do paciente. A proposta deste estudo foi avaliar a possibilidade de adaptacao cultural, reprodutibilidade e validacao do oOsteoporosis Assessment Questionnaireo (OPAQ), instrumento que avalia a qualidade de vida de pacientes com fraturas por osteoporose. O OPAQ foi traduzido do ingles para o portugues, retraduzido para o ingles e realizada a sua adaptacao cultural de acordo com os criterios internacionais recomendados. A reprodutibilidade foi avaliada atraves de sua aplicacao a 30 pacientes com fraturas associadas a osteoporose por dois entrevistadores no mesmo dia, e apos uma semana por apenas um entrevistador (autor da pesquisa). Para validacao do OPAQ foram tambem realizados o oHealth Assessment Questionnaireo (HAQ ), o oFibromyalgia Impact Questionnaireo (FIQ) e a escala visual analogica de dor (VAS) na terceira e quarta entrevistas. A densidade ossea da coluna lombar (L2-L4) e o numero de fraturas foram estudados em todos os pacientes. Na fase de adaptacao cultural, duas questoes foram modificadas. O tempo medio de administracao do questionario foi de 35 minutos. Os mais altos escores encontrados foram o medo de cair (6,70), atividades sociais (5,53), dor nas costas (5,17), inclinacao (4,80), dor nas costas atribuida a osteoporose (4,45), independencia (4,66) e imagem corporal (4,43). A reprodutibilidade intra (0,40 < r < 0,87) e interobservadores (0,48 < r < 0,82) foi estatisticamente significante, assim como, as correlacoes entre OPAQ e HAQ e OPAQ e FIQ. A dor nas costas relacionada a osteoporose apresentou o mais alto coeficiente de correlacao com a VAS (r = 0,83). O OPAQ e um instrumento reprodutivel e valido para a avaliacao da qualidade de vida em pacientes com fraturas por osteoporose. Nao ha correlacao entre os componentes do OPAQ e a densidade ossea de coluna e o numero de fraturas
Palavra-chave Osteoporose
Qualidade de Vida
Questionários
Idioma Português
Data de publicação 1997
Publicado em CANTARELLI, Fernanda Bernardini. Adaptação, reprodutibilidade e validação do “Osteoporosis Assessment Questionnaire” na avaliação da qualidade de vida de pacientes com fraturas por osteoporose. 1997. 98 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 1997.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 98 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15498

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-3264a.pdf
Tamanho: 633.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Tese-3264b.pdf
Tamanho: 2.214MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta